Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Publicidade
Esportes

Basquete muda a realidade de crianças na zona norte de Macapá

Além de ocupar o tempo das crianças, ensinando as técnicas do esporte, o projeto impede que crianças em situação de vulnerabilidade sejam cooptadas para o mundo do crime.


Lana Caroline
Da Redação

 

Amor pelo esporte foi o que levou o capitão da Polícia Militar, Haroldo Silva, hoje na reserva remunerada, a criar um projeto social que ensina basquete a crianças do bairro Boné Azul, na zona norte de Macapá. O projeto deu tão certo que há um ano ele decidiu fundar a Escolinha de Basquete Boné Azul (EBBA).

“O objetivo é dar uma ocupabilidade às crianças e jovens que fazem parte da escolinha e que se encontram em situação de vulnerabilidade social. É importante observar que, infelizmente, existem muitas crianças que estão tomando caminhos errados e é exatamente isso o que queremos evitar”, disse Haroldo.

Um dos alunos, Clarck Judhá, faz parte do projeto há quatro anos. Ele afirma que ao mesmo tempo em que aprende as técnicas, se diverte com os amigos que fez no projeto.

“Eu conheci o basquete através do meu irmão. Desde que comecei a jogar evoluí bastante junto com meus amigos. Com a ajuda do capitão eu vou chegar à Seleção Brasileira um dia”, disse empolgado.

Haroldo pensa em firmar convênios com órgãos públicos para ter uma melhor assistência. É que grande parte dos investimos feitos para manter o projeto são tirados do próprio bolso.

“Infelizmente, até o presente momento, não conseguimos atingir o que queríamos: assistência da Secretaria Estadual do Desporto e Lazer (Sedel) e da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel). Enquanto não conseguirmos, vamos continuar fazendo com o próprio recurso”, explicou.

Os treinos acontecem as segundas, quartas e sextas-feiras, das 16h às 18h e atende crianças e adolescentes do Boné Azul e de bairros próximos.

 

 

 


Comente