Esportes

Competições esportivas e bombeirísticas movimentam Semana do Bombeiro 2018, em Macapá

Programação começou no dia 28 de junho e vai até 9 de julho; eventos promovem a integração entre militares amapaenses e bombeiros da Guiana Francesa.

Compartilhe:

O Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP) preparou uma extensa programação para celebrar o Dia do Bombeiro, comemorado em 2 de julho. Intitulada Semana do Bombeiro 2018, a programação começou no dia 28 de junho e vai até 9 de julho e promove a integração entre os militares da corporação de todo o estado, através de eventos esportivos, bombeirísticos e sociais. Como em anos anteriores, as atividades contam com a participação de bombeiros da Guiana Francesa.

 

Nesta quarta-feira, 4, aconteceram competições de natação e salvamento em altura no quartel do Comando-Geral do CBM/AP, em Macapá, contando com cinco equipes – quatro formadas por militares amapaenses e uma por bombeiros civis da Guiana Francesa.

 

As competições iniciaram com a natação tendo as equipes que se revezar no nado livre, para ver quem realizava o desafio no menor tempo. Quem venceu foi a equipe do 1° Grupamento de Bombeiros Militar (1º GBM), que funciona no Comando-Geral, em Macapá, com o tempo de 3 minutos e 40 segundos.

 

Em seguida, as equipes se dirigiram para a quadra, onde as provas de salvamento em altura foram realizadas. A equipe vencedora foi do Gabinete Militar, que somou 21 pontos. A equipe do 5° GBM do município de Santana, ficou em segundo, com 20 pontos e o 4° GBM do distrito de Fazendinha, em terceiro, com 10 pontos.

 

Integração
De acordo com o chefe da Divisão de Operações do Corpo de Bombeiros, capitão Elizeu Leão, a Semana do Bombeiro é um momento de confraternização entre os grupamentos, não apenas do Amapá, como de profissionais do lado francês. “A participação deles enobrece e enaltece as nossas competições. Além de nos confraternizar, a ideia é incentivar as atividades físicas de nossos militares”, destacou.

 

O capitão acrescentou que as competições servem para aprimorar as técnicas utilizadas pelos militares para o salvamento em altura, circuito operacional e salvamento aquático. “Além de competir, o próprio bombeiro está treinando para melhor ficar condicionado fisicamente, tecnicamente e psicologicamente, para atuar na hora que for exigido o atendimento de uma ocorrência de salvamento de modo geral”, frisou.

 

Para o chefe do Socorro Principal dos Bombeiros Civis da Guiana Francesa, tenente Legrand Pascal, a participação da equipe guianense é importante pela experiência em adquirir o conhecimento de novas técnicas diferentes das utilizadas na Guiana Francesa.

 

Representando o 5° Grupamento de Bombeiros Militar de Santana, a soldado Regina Freitas, integrou a equipe que disputou o salvamento em altura e disse que os integrantes treinaram bastante para a competição e participou da simulação de salvamento.

“É uma parte que envolve o físico e muita técnica, conhecer a utilização do material que ele vai usar no momento é primordial”, ressaltou Regina Freiras.

Programação
A Semana do Bombeiro 2018, vem movimentando a corporação desde a última sexta-feira, 28, quando iniciou a programação com um concerto de música no Teatro das Bacabeiras. Também teve a 43ª Corrida do Fogo no domingo, 1º; folga da tropa na segunda-feira, 2; inauguração do quartel do CBM/AP no município de Porto Grande, na terça-feira, 3; competições de natação e salvamento em altura nesta quarta-feira, pela manhã.

 

Nesta quinta-feira, 5, a programação segue com as competições do IV Circuito Operacional e de Cabo de Guerra. As duas competições ocorrerão às 7h30 no quartel do município de Santana (5º GBM) e contará com oito equipes compostas por quinze militares, cada.

 

A prova do circuito operacional terá uma sequência de três fases. O primeiro integrante deverá demonstrar técnicas de salvamento em altura como ascensão na corda de salvamento, comando crawl e falsa baiana.

O segundo membro deverá utilizar habilidades de combate a incêndio como a simulação de entrada forçada em ambientes de difícil acesso, seguindo para a fase de arraste de mangueira e extinção de incêndio e, logo após, resgate de vítima inconsciente.

 

A terceira e última fase é composta por habilidades em salvamento terrestre com equipagem de EPI (Equipamento de Proteção Individual), montagem de sistema para retirada de vítima em poço e, por fim, içamento da carga. A equipe campeã será aquela que completar o desafio em menor tempo, já descontadas as penalidades, caso haja.

 

Já o Cabo de Guerra terá oito equipes participantes com quinze integrantes, cada, tendo que ter duas bombeiras por equipe. Nessa competição, os militares serão pesados e não poderão exceder 820 kg. Os confrontos serão definidos por sorteios com a presença de seus representantes. Neste tipo de desafio, para se consagrar vitorioso é necessário decidir pela melhor estratégia. Estas atividades também contarão com representantes do Bombeiro Civil da Guiana Francesa.

 

Na sexta-feira, 6, tem a simulação de salvamento aquático no quartel do Comando-Geral, em Macapá´. E, na segunda-feira, 9, a Semana do Bombeiro 2018 encerra com a formatura militar e premiação dos vencedores das competições.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *