Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Esportes

Paratletas destaca importância do Comitê Paralímpico e Paradesportivo Municipal

O Comitê Paralímpico e Paradesportivo Municipal foi criado em setembro de 2021 com o intuito de incentivar, principalmente, o esporte na base escolar.


A Prefeitura tem apoiado a prática de esportes para algum tipo de deficiência, seja motora, auditiva, visual ou física. O Comitê Paralímpico e Paradesportivo Municipal foi criado em setembro de 2021 com o intuito de incentivar, principalmente, o esporte na base escolar.

O primeiro festival paraolímpico ocorreu na Praça do Barão, no dia 18 de setembro, e contou com as modalidades goalball, futebol de amputados e basquete cadeirante. No final, todos receberam medalhas de participação.

O evento foi voltado para crianças e adolescentes e apoiado pela Prefeitura de Macapá, através das coordenadorias municipais de Esporte e Lazer e da Pessoa com Deficiência e Idoso e secretarias municipais de Direitos Humanos e de Educação. Mais de quarenta crianças e adolescentes participaram, além da presença de Pablo Souza, medalhista paraolímpico que representou o Amapá em São Paulo.

Kleverton Barbosa é paratleta de basquete em cadeira de rodas há 13 anos e de tênis de mesa há 5 anos e fala sobre a importância da criação do comitê. “A criação do Comitê Paralímpico e Paradesportivo Municipal foi uma ideia brilhante, pois dá visibilidade ao paradesporto e centraliza nossas demandas e dificuldades. A Comel é acessível e sensível à causa do esporte. Para mim, a parceria com a prefeitura é muito boa!”, contou.

“O Comitê Paralímpico e Paradesportivo Municipal foi criado como ferramenta de fortalecimento e fomento de esporte em Macapá. Vamos fazer o 2º Festival Paralímpico esse ano, que vai entrar para o calendário de eventos municipais. Dar visibilidade ao paradesporto através de competições é a forma que temos de apoiar os paradesportistas”, explicou Cleudo Trindade, coordenador da Comel.


Comente