Esportes

Sem espaço, campeão do Jungle Fight completa um ano sem lutar na organização

O amapaense também falou que aproveita o tempo sem lutas para aperfeiçoar as técnicas durante os treinamentos na Team Nogueira, no Rio de Janeiro.

Compartilhe:
Felipe "Cabocão" Colares, da Team Nogueira, se tornou o segundo amapaense a conquistar o cinturão do Jungle Fight.

No dia 2 de outubro de 2017, Felipe “Cabocão” Colares, da Team Nogueira, se tornou o segundo amapaense a conquistar o cinturão do Jungle Fight da categoria peso-pena (até 66kg). Após o título, o lutador esperava que a carreira decolasse, mas as coisas não saíram como o planejado e ele acabou perdendo espaço. Após um ano, “Cabocão” ainda não fez nenhuma defesa do cinturão pela organização.

Sem oportunidades no Jungle Fight, Felipe “Cabocão” cogitou em mudar de organização e lutar eventos internacionais como o Absolut Championship Berkut (ACB), uma organização russa que já teve lutadores amapaenses como Oberdan Pezão e Wanderson Panda. Mas, até o momento, a ideia não avançou.

No mês de junho, o lutador disse estar tranquilo, mesmo estando na “gelareira”. O amapaense também falou que aproveita o tempo sem lutas para aperfeiçoar as técnicas durante os treinamentos na Team Nogueira, no Rio de Janeiro.

– Eu não me estresso muito com isso [o longo tempo sem lutar]. Antes de disputar o cinturão eu havia ficado um tempo sem lutar e consegui me apresentar de forma espetacular para ganhar o título. Quanto mais o tempo passa, mais eu aprendo e quando eu voltar a lutar, estarei mais preparado para dar um show – disse o amapaense.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *