Geral

Amapaenses foram às ruas para protestar contra governo de Dilm

Aconteceu no domingo, 15. Cerca de 3 mil pessoas participaram da passeata


Compartilhe:

 

Cerca de 3 mil pessoas participaram, em Macapá, do Movimento 15 de Março, nesse domingo, 15, de acordo com os cálculos da organização do evento. A passeata em protesto contra o governo da presidente Dilma Roussef, realizado simultaneamente em todo o País, começou às 16h20 na Praça da Bandeira, seguindo pela Avenida FAB, Rua Leopoldo Machado, Avenida Presidente Vargas, Rua Cândido Mendes, Avenida Padre Júlio Maria Lombaerd, orla da cidade e parou em frente ao prédio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AP). Os manifestantes se dispersaram por volta das 18h30min sem qualquer registro de violência ou vandalismo.

O protesto foi pacífico e animado por dois carros de som que ficaram em silêncio ao passar pelo complexo de hospitais da Avenida FAB. O percurso foi acompanhado de perto por 680 policiais militares, além de agentes civis, guardas municipais, agentes de trânsito e equipes do Corpo de Bombeiros. “Foi tudo dentro do previsto em função do tamanho do efetivo que designamos”, avaliou o tenente-coronel da PM, Rodolfo Oliveira.

Famílias inteiras com crianças participaram da manifestação. Alguns pintaram o rosto de verde e amarelo. Outros seguravam cartazes com as reivindicações mais comuns, como investimentos em saúde, saúde, segurança e transportes, mas havia os mais polêmicos que ostentavam cartazes de apoio a uma intervenção militar e até pelo impeachment da presidente Dilma Roussef.

O sentimento de ordem e civismo tomava conta dos manifestantes. Muitos levaram sacolas para juntar o lixo que ia ficando pelo caminho. “A sociedade atendeu o nosso convite e essa foi só a primeira de outras manifestações que faremos”, avisou Renan Santos, da coordenação da marcha.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *