Geral

MP-AP comemora resultados de projeto social na Ilha de Santana

‘Reconstruindo uma ilha de paz’


Compartilhe:

 

Encerrou nessa sexta-feira, 08, a ação social deflagrada pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado (Tjap), Governo do Amapá (GEA), Prefeitura de Santana e Marinha do Brasil. O evento, que faz parte do projeto “Ilha de Santana: Reconstruindo uma ilha de paz”, começou na manhã de quarta-feira, 06.

Nos três dias de execução do projeto foram ofertados serviços de saúde, assistência social, garantia dos direitos de crianças e adolescentes, segurança pública, ações em defesa da mulher, meio ambiente, educação, dentre outros, focados no fortalecimento da cidadania. Os atendimentos foram feitos na quadra da Escola Estadual Osvaldina Ferreira da Silva, no posto de saúde e no ônibus do MP Comunitário, que atravessou o rio Amazonas de balsa para chegar à comunidade.

O procurador-geral do MP-AP, promotor de Justiça Roberto Alvares comemora o sucesso da ação: “Sinto-me, enquanto representante do Ministério Público do Amapá, e hoje, na condição de chefe da instituição, honrado de ter participado de um evento que nos trouxe muita alegria e gratificação, nos aflorou o amor, nos aflorou a dignidade da pessoa humana que somos. Proporcionamos às pessoas mais desassistidas a prestação de serviços de grande relevância”.

“Esse trabalho foi realizado com muito carinho e dedicação. Quero que a população saiba que isto é apenas o início de um trabalho que será feito na Ilha de Santana. Temos a intenção de desenvolver outras atividades aqui com apoio do poder judiciário, com o município de Santana e com o Estado do Amapá”, disse a promotora de Justiça Silvia Canela, que juntamente com o Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas de Santana, coordenaram a ação.

A juíza de direito de Santana, Michele Farias esteve na ação, representando o Tjap. “Que esse trabalho seja o início de uma ação integrada dos órgãos do Estado para dar um atendimento melhor e ficar mais próximos da população da Ilha de Santana”, disse a magistrada.

Atendendo ao chamado do Ministério Público do Amapá, a comunidade da Ilha de Santana participou da ação em busca de atendimentos e agradeceu. “Em nome da comunidade, meu muito obrigado ao MP-AP por nos proporcionar, não só estes três dias de ação, mas também pela dedicação que vem dispensando a nós, nos últimos anos. Temos muitas dificuldades aqui, mas confiamos no trabalho de prevenção e fiscalização do Ministério Público do Amapá”, disse o presidente da Associação dos Produtores da Ilha de Santana, José Maria Pereira Marques.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *