Geral

Obras do Aeroporto de Macapá serão retomadas em maio, diz mini

Segundo o ministro da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Eliseu Padilha, a assinatura da ordem de serviço está marcada para o dia 9 de maio de 2014.


Compartilhe:

 

O ministro da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Eliseu Padilha, recebeu em audiência, nessa sexta, 30, em Brasília (DF), o senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP) com quem tratou sobre a retomada das obras do Aeroporto Internacional de Macapá “Alberto Alcolumbre”.

Com um relatório em mãos sobre o andamento e os entraves da obra, o ministro demonstrou interesse e conhecimento sobre a real situação do espaço. No encontro, anunciou ao senador amapaense a data de assinatura da ordem de serviço para retomar os trabalhos. Segundo Padilha, a assinatura está marcada para o dia 9 de maio desse ano.

“Faço questão de estar em Macapá para assinar a ordem de serviço. E quero que o pátio de obras esteja pronto antes dessa data”, disse o ministro ao demonstrar que não aceitará desculpa alguma para qualquer novo atraso na retomada dos trabalhos.

O planejamento já está todo pronto, e a conclusão da licitação, em dezembro, escolheu o consórcio administrado pela empresa EPC, que vai realizar os serviços, mas ainda é preciso garantir os recursos para a execução. “Por isso que não podemos ainda comemorar. Estou marcando audiência no Ministério do Planejamento para garantir a alocação desses recursos. Vou lá com o senador Davi Alcolumbre (DEM) numa força tarefa atrás de respostas” confirmou Randolfe.

A batalha pela retomada das obras do aeroporto está adiantada e ainda não encerrou. “Não vou descansar até o dia em que os trabalhos forem, de fato, retomados” complementou o parlamentar. Apesar disso, a semana foi decisiva. Na terça-feira (27), Randolfe esteve com o superintendente da Infraero do Amapá, Osmar Ferreira. Na ocasião, Ferreira deixou claro a intenção da Infraero. “Nossa vontade é entregar esse novo espaço para a população, oferecer mais conforto e possibilitar novos investimentos ao Amapá”, afirmou Osmar.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *