Nota 10

Desembargador Gilberto Pinheiro e o Juiz aposentado Rui Guilherme integram a Antologia 61 Cronistas do Amapá

Disponível em E-Book digital, encontra-se na loja virtual amazon.com.br e reúne 124 crônicas de escritores do Estado

Compartilhe:
Organizada pelo Promotor de Justiça e escritor Mauro Guilherme Couto, a Antologia 61 Cronistas do Amapá, em E-Book digital, disponível na loja virtual amazon.com.br, reúne 124 crônicas de escritores do Estado, entre os quais o desembargador Gilberto Pinheiro e o juiz aposentado Rui Guilherme de Vasconcellos, cada um com duas crônicas compondo a obra.
“Para esta coletânea selecionei as crônicas Pecados da Alma e A Onça Comeu a Urna, que são bastante conhecidas do público leitor”, contou o desembargador Gilberto.
“Gosto muito de escrever e ler crônicas, porque são textos leves, gostosos, que contam ocorrências do cotidiano. Desde jovem leio crônicas porque faço parte de uma geração que teve professores que nos incentivaram a leitura”, destacou.

Durante o isolamento social, o desembargador Gilberto Pinheiro leu oito livros, dentre os quais obras de Eça de Queiroz e Inglês de Souza.

“Foi um período bastante produtivo, também escrevi um romance policial, ‘O Prisioneiro’, que será lançado em breve, e estou escrevendo outro livro, este baseado em fatos reais”, revelou o magistrado. “Quero escrever muito mais e louvo a iniciativa do Mauro Guilherme, que se dispõe a organizar e publicar a produção literária local”, concluiu.

“Não entendo literatura sem livro, escritor sem obra, nem formação literária sem leitura”, disse o organizador da coletânea, Promotor Mauro Guilherme.

“Precisamos, nós escritores, publicarmos, caso contrário o livro, que morria na gaveta, morrerá nos computadores”, destacou o escritor, complementando: “O nosso empenho, e de alguns outros que militam na literatura amapaense, tem sido este”.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *