Nota 10

Governo do Estado garante estrutura e segurança no Carnaval de Santana

Evento promove quatro dias de desfile de blocos, apresentações musicais e geração de renda no Corredor da Folia

Compartilhe:

A expectativa é que 50 mil pessoas compareçam a cada uma das quatro noites do evento.

Até o dia 13 de fevereiro, o Carnaval de Santana reúne desfile de blocos, atrações musicais e geração de emprego e renda na segunda cidade mais populosa do Amapá. A expectativa é que 50 mil pessoas compareçam a cada uma das quatro noites do evento, realizado pela Prefeitura de Santana, com apoio do Governo do Amapá e da Liga dos Blocos de Micareta e Carnaval de Santana (Liblomica).

Na abertura do evento, ocorrida no sábado, 10, centenas de pessoas aproveitaram a primeira noite da programação e assistiram aos desfiles de dois blocos que, ao som de músicas populares, arrastaram uma multidão pelo Corredor da Folia, na Avenida Santana, uma das principais vias da cidade.

O titular da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Dilson Borges, informou que o governo disponibilizou ao evento, logística de estrutura por meio de uma empresa contratada via pregão eletrônico. Em 2018, além de Santana, os eventos carnavalescos de Macapá, Amapá e Oiapoque também estão recebendo apoio logístico.

“A estrutura disponibilizada pelo Estado ao Carnaval de Santana inclui trios elétricos, palcos, iluminação, sonorização, estandes, banheiros e químicos”, complementou o secretário. Dilson Borges acrescenta que é fundamental o apoio do governo em um evento de manifestação cultural e que, ao mesmo tempo, oportuniza geração de emprego e renda, aquecendo a economia.

O prefeito de Santana, Ofirney Sadala, destacou a importância do apoio do Estado para garantir a realização do evento. “A parceria permite uma estrutura de maior qualidade, tanto aos empreendedores, quanto ao público que vem prestigiar o nosso carnaval”, ponderou.

O Carnaval de Santana segue até a terça-feira, 13, com apresentações de diversos blocos de micareta no Corredor da Folia, atendendo desde o público infantil à terceira idade.

Empreendedorismo

O Carnaval de Santana oferece a 328 empreendedores a oportunidade de aumentar sua renda e de receber qualificação. Para garantir atendimento de qualidade, bons produtos e segurança no ambiente do trabalho, o governo estadual ofereceu oficinas aos pequenos empresários cadastrados pela Prefeitura de Santana, para atuar no evento.

Os empreendedores receberam orientações sobre linhas de crédito e procedimentos para obtenção de financiamento; direito do consumidor e a importância dos preços ficarem em local visível; turismo receptivo e qualidade no atendimento ao turista; boas práticas e marketing do empreendedor, além de informações sobre segurança e cuidados contra incêndio. A ação foi coordenada pela Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) e pela Sala do Empreendedor da Prefeitura de Santana.

Um dos empreendedores beneficiados foi o comerciante José Dias, 57 anos, que vende alimentos como carne de sol e lasanha no Corredor da Folia. Ele conta que exerce a atividade há 15 anos, o que lhe permite manter a família e empregar outras duas pessoas. Para ele, participar das capacitações permitiu reciclar seus conhecimentos sobre a profissão. “Eu sempre quero aprender mais para garantir satisfação aos meus clientes e sei da importância de participar de capacitações para melhorar nosso trabalho. Este ano, por exemplo, eu aprendi a importância de manter uma vestimenta padronizada”, ressaltou Dias.

Outra empreendedora que participou das capacitações, foi a comerciante Rosângela Costa, 37 anos. Ela ocupa um dos estandes do Corredor Folia e vende desde comidas típicas a tiaras com motivos carnavalescos que ela mesma confecciona. “Trabalho no Carnaval há mais de 12 anos e, desta vez, vejo uma organização muito maior. Não se vê, por exemplo, comerciantes no meio-fio. Isso garante mais tranquilidade ao público em geral”, testemunha a comerciante que espera utilizar a renda para ajudar com as compras de materiais escolares para os filhos.

Para Rosângela, participar das oficinas garantiu novos aprendizados, principalmente no que diz respeito à qualidade do atendimento. “Quando nós temos acesso a essas orientações, nos preparamos para receber melhor nossos clientes”, explica Rosângela, que pretende utilizar a renda obtida para ajudar nas despesas do lar e na compra de material escolar para os filhos.

Os comerciantes do entorno da Avenida Santana aproveitaram o evento para faturar uma renda extra, alguns mantiveram o estabelecimento funcionando mesmo durante a madrugada para atender ao público.

Segurança

O Governo do Amapá montou um planejamento de segurança pública para os eventos carnavalescos do Estado, envolvendo efetivos da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBM/AP), Polícia Militar (PM) e Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AP). Em Santana, foi disponibilizado um aparato de 348 policiais militares e 15 viaturas, garantindo tranquilidade aos foliões e à população do município.

Mais de 90 bombeiros estão presentes nos quatro dias de evento, em serviços de prevenção e observação de risco, atendimento pré-hospitalar (ambulância com médico e enfermeiro), combate a incêndio e salvamento.

Programação

Segunda-feira – 12/02

1h – Bloco Nabalada

1h50 – Bloco My Love

Terça-feira – 13/02

18h – Bloco Faraó Kids

19h – Bloco do Martelo

20h – Bloco Tradicional Piranhas

1h – Bloco Bebo Todas

1h50 – Bloco UAU/Faraó

Foto: Marcelo Loureiro/Secom

 
Compartilhe:

Tópicos: