Polícia

Após intensa negociação com o Bope casal de assaltantes libera reféns e se entrega

No total três pessoas foram mantidas no interior de uma casa no bairro Jesus de Nazaré. O homem cumpre pena no regime semiaberto e a comparsa dele é menor de idade.

Compartilhe:

Acabou por volta das 21h desta quinta-feira (14) o martírio de três pessoas que foram mantidas reféns por cerca de quatro horas em uma casa no bairro Jesus de Nazaré. Após intensa negociação de policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que durou cerca de quatro horas, os reféns foram liberados e o casal se entregou.
A reportagem do Diário do Amapá apurou que o homem, identificado como Clayton Mateus Silva da Silva, de 23 anos, cumpre pena em regime semiaberto no Iapen (Instituto de Administração Penitenciária), enquanto que a comparsa dele, de 15 anos, não tem passagem por atos infracionais.
Populares haviam informado que o casal teria se refugiado na casa para fugir da perseguição de várias pessoas após roubo frustrado a um transeunte, mas segundo a menor, o alvo era a própria casa, porque a informação era que havia ouro guardado no local.

Inicialmente os policiais do Bope trabalhavam com a possibilidade de haver apenas um refém no imóvel, após a liberação da genitora da proprietária da casa, Valdete Carmem de Oliveira Pontes, de 72 anos, mas no decorrer das negociações descobriu que um idoso de 77 anos, identificado como Benedito da Silva, também era mantido preso pelos assaltantes. Todos foram medicados e liberados.
Com o assaltante, que foi apresentado ao Ciosp do Pacoval, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante e depois levado para o Ieapen, foi apreendido um revólver calibre 38 com cinco munições intactas. A adolescente foi conduzida à Delegacia de Investigação do Menor Infrator (Deiai).
Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *