Polícia

Assaltantes armados mantém reféns em uma casa no Jesus de Nazaré

Informações iniciais dão conta de que duas mulheres foram rendidas. Uma passou mal e foi liberada pelos bandidos após ser atendida por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

Compartilhe:

Após tentativa frustrada de um assalto em via pública no bairro Jesus de Nazaré, em Macapá, um casal, armado, em fuga, invadiu uma casa na esquina da Avenida José Tupinambá com a Rua Hamilton Silva.

Várias equipes da Força Tática, Rotam e negociadores do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM) estão no local. Ainda não há confirmação do número de reféns, porque no imóvel funcionam dois pequenos estabelecimentos comerciais e outras pessoas morariam em outros cômodos, que seriam alugados.

Informações preliminares, entretanto, dão conta de que pelo menos uma pessoa, identificada como Selma, que é proprietária do imóvel, ainda é mantida refém. O assessor de comunicação do Bope, tenente Hércules, disse à reportagem que após negociação com uma equipe da Força Tática os bandidos permitiram a saída da mãe da proprietária. Ela foi medicada por uma equipe dos bombeiros no próprio local e liberada em seguida.

Uma testemunha, que não se identificou, contou à reportagem do Diário do Amapá como o assaltou começou: “A gente viu quando eles chegaram na frente da casa, posicionaram moto e desceram, entrando em seguida pelo portão, que estava aberto. A dona Selma, que é a dona da casa, foi logo rendida e começou a gritar, primeiro baixinho, depois mais alto, e inclusive eu vi quando ela caiu e foi puxada em seguida por um dos bandidos, que levou-a pra dentro da casa com um revólver apontado na cintura”.

O tenente Hércules explicou que dois negociadores do Bope assumiram a operação e disse acreditar que os bandidos deverão se entregar, mas ponderou que nesse primeiro momento é preciso muita cautela para não colocar em risco a vida da refém.

“A informação oficial é que um casal, que está armado, teve frustrada uma tentativa de roubo a transeuntes e foi perseguido pela população. Na fuga o homem e a mulher adentraram nesse imóvel e mantiveram, a princípio, mãe e filha reféns. Uma equipe da Força Tática negociou com eles para liberar a mãe, que já com idade avançada, passou mal, mas ela foi atendida por uma equipe do Corpo de Bombeiros e foi liberada em seguida.

Ainda de acordo com o tenente, as negociações estão avançando: “A equipe do Bope assumiu a negociação; a primeira hora é sempre mais ríspido, porque o agressor está sempre mais agressivo,  não se sabe se ele está sob efeito de algum entorpecente, mas as negociações estão fluindo. Ele pediu a presença da mãe e da imprensa, inclusive a mãe dele disse que ele está cumprimento pena de prisão no regime semiaberto, e estamos chegando essa informação. Estamos confiantes que esse trabalho conjunto contribuirá para o êxito da operação”.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *