Polícia

Bandido é morto após assaltos em série na capital; duas mulheres foram presas

Quadrilha havia assaltado dois policiais militares nesta quarta-feira (10), na capital. Em ambas as ações eles levaram as armas dos militares. Uma foi recuperada com o assaltante morto.

Compartilhe:

O assaltante Englister Richard Assunção Melo, de 22 anos, o ‘Betão’, foi morto na tarde desta quarta-feira (10) durante confronto com policiais da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam) e Companhia de Operações Especiais (COE) na rua Maria da Silva Xavier, bairro Novo Horizonte, zona norte de Macapá.

Segundo o tenente Willian Bastos, do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Betão e mais três comparsas vinham praticando assaltos em série na capital nos últimos dias. A quadrilha estava sendo monitorada. Nesta quarta-feira os bandidos assaltaram dois policiais militares em pontos diferentes da cidade. Em ambas as ações os militares tiveram as armas roubadas.

“Após o segundo assalto, registrado no período da tarde, os criminosos fugiram para essa região, mas acabaram denunciados. As equipes seguiram para o local e se depararam com o carro Siena, de cor branco, que a quadrilha utilizava no apoio logístico. Assim que perceberam a ação, os bandidos fugiram, mas esse criminoso decidiu confrontar os policiais. Ele acabou alvejado no revide. Acionamos o resgate médico do Samu, mas ele não resistiu”, declarou o tenente.

Com Betão a polícia apreendeu uma pistola PT 640 pertencente a um dos policiais. A outra arma, uma pistola Glock calibre 380, não foi localizada. Ainda foram apreendidas várias jóias, dinheiro e muitos objetos provenientes dos assaltos.

Durante a intervenção policial, duas mulheres que integram a quadrilha também acabaram presas. Elas foram identificadas como Valena Ribeiro Rodrigues, de 24 anos, e Keitielen Karine Barbosa de Lima, de 22 anos. Segundo a polícia, elas foram reconhecidas pelas vítimas de um assalto a um minibox localizado no bairro Marabaixo III, zona oeste da capital.

“A quadrilha assaltou esse estabelecimento na terça-feira (09). As vítimas fizeram o reconhecimento das mulheres que estão envolvidas nesse crime. É importante frisar, inclusive, sobre esse assalto, que os marginais agiram com extrema violência e na fuga ainda levaram uma idosa como refém. A vítima foi abandonada em outro bairro. O carro que a quadrilha utilizava pertence a uma locadora do bairro Pacoval. Eles faziam a locação exclusivamente para cometer os roubos”, concluiu o tenente.

O corpo do assaltante foi removido ao Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado. As duas mulheres presas e os objetos apreendidos foram apresentados no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

Texto: Elden Carlos

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *