Polícia

Bandidos usaram carro clonado para cometer assalto em supermercado, diz Bope

Quadrilha fortemente armada roubou malote com R$ 80 mil de uma rede de supermercados. Um policial civil aposentado que faz segurança para a empresa ficou ferido, mas não corre risco de morte.

Compartilhe:

Cinco homens fortemente armados roubaram um malote com R$ 80 mil de uma rede de supermercados na tarde desta quarta-feira (12) durante uma ação audaciosa no estacionamento da loja matriz, localizada na rua Padre Júlio, bairro Santa Rita, zona sul de Macapá. A ação da quadrilha foi flagrada pelas câmeras de segurança do supermercado.

Os bandidos chegaram em um carro Punto, de cor preto e peliculado ao local. Eles aguardaram a chegada do veículo onde estava o malote. Três pessoas que faziam o transporte do malote foram surpreendidas pelos criminosos que já desceram do automóvel atirando. Um policial civil aposentado, e que faz segurança para a empresa, foi alvejado na perna esquerda. A bala transfixou a coxa do policial que não corre risco de morte.

Um dos bandidos tomou a arma do segurança no momento em que ele caiu ferido. Ainda houve uma troca de tiros com os outros seguranças. Os bandidos fugiram em seguida. “Com base na numeração da placa do automóvel usado na logística da quadrilha nós iniciamos as buscas. Conseguimos localizar o Fiat Punto originário dessa numeração, mas descobrimos que esse carro havia tido a placa clonada pelos assaltantes. Orientamos o proprietário do verdadeiro automóvel a registrar uma ocorrência. Já temos algumas informações e acreditamos que logo, logo esses bandidos serão presos. Estamos atuando em parceria com as inteligências da Polícia Civil e Ministério Público para localizar o bando”, disse o oficial de área do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente PM Cecílio.

O policial civil foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Emergências onde recebeu atendimento médico. A ocorrência está em andamento.

Reportagem: Jair Zemberg e Elden Carlos
Fotos: Jair Zemberg e reprodução

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *