Polícia

Capturas prende cinco pessoas durante operação em Santana e no garimpo do Vila Nova

Pessoas consideradas foragidas pela justiça foram presas por crimes como homicídio, estupro, corrupção de menores e outros delitos.

Compartilhe:

A Divisão de Capturas da Polícia Civil (PC), do Amapá, deflagrou uma operação durante o final de semana na região da comunidade garimpeira do Vila Nova, em Porto Grande, município distante 102 quilômetros da capital, para dar cumprimento a três mandados de prisão.

Durante a operação, duas pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e receptação de uma motocicleta com restrição de roubo.


Antes, porém, no município de Santana, Leônidas Sousa, de 59 anos, foi capturado em um comércio no município santanense. Ele estava foragido desde o ano de 2016 após ter sido condenado por estupro de vulnerável. Leônidas estuprou sua enteada.

Ao chegar à comunidade do Vila Nova os agentes da Capturas prenderam Maria Raimunda Trindade Coutinho, de 45 anos. Ela estava na área de garimpo. Segundo a polícia, Maria era foragida do sistema penitenciário onde cumpria pena pelo crime de corrupção de menores e agenciamento à prostituição em Pedra Branca do Amapari.


Fábio Guedes de Freitas, conhecido como “Fabinho” foi preso no Vila Nova através do cumprimento de mandado de prisão de execução penal pela prática do crime de homicídio. No momento da prisão, dinheiro, joias e drogas foram encontrados com ele, e, por isso, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, juntamente, com sua esposa. Suelen Cleide Marinho Sobrinho, de 25 anos, foi autuada por desacato.

Outra presa foi Danieli Dinair Trindade, de 27 anos, a “Boca de metal”. A mulher, já conhecida da polícia, foi flagrada comercializando drogas.

Durante a ação policial no Vila Nova os policiais civis localizaram uma motocicleta que havia sido roubada no último dia 30 de novembro, em Macapá. O veículo foi apreendido e apresentado no Ciosp Pacoval.

A ação contou com o apoio dos policiais civis do Canil K-9 e da Delegacia de Polícia de Porto Grande.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *