Polícia

Condenado por roubo que usava tornozeleira eletrônica morre durante intervenção policial

Humberto Silva, de 23 anos, tinha várias condenações por roubo. Atualmente ele cumpria no regime domiciliar e era monitorado por tornozeleira eletrônica.

Compartilhe:

Cumprindo pena por roubo no regime domiciliar, mas usando tornozeleira eletrônica, Humberto Sá Silva, de 23 anos, o ‘Bebeto’, morreu no início da tarde desta segunda-feira (13) durante uma intervenção do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na Avenida Tupis, bairro do Muca, zona sul de Macapá.


Segundo o tenente Williman Marques, da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam) as equipes estavam em patrulhamento pela região quando se depararam com o elemento em atitude suspeita.

“Vinham ocorrendo roubos em série a estabelecimentos comerciais nessa região. Por imagens de câmeras de segurança conseguimos identificar vários suspeitos, entre eles, esse condenado. Durante o patrulhamento nós o avistamos e ao proceder a abordagem ele correu e sacou uma arma de fogo. Ante à injusta agressão ele acabou alvejado. Acionamos o resgate médico, mas ele não resistiu”, disse o tenente da Rotam.

Com Silva a polícia apreendeu um revólver calibre 32. “O que chama atenção é o fato de que em praticamente todos os assaltos esse criminoso usava o uniforme da empresa para qual ele vinha prestando serviço. Ele se aproveitava das horas vagas para cometer os assaltos”, revelou.

O corpo do assaltante foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado. A arma apreendida e um aparelho celular que estava em poder de Humberto foram apresentados no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, onde o caso foi registrado.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *