Polícia

Faccionada morre em confronto com o Bope

Sabrina Soares, de 18 anos, integrava uma facção criminosa e era investigada por comandar dezenas de assaltos na capital.

Compartilhe:

Investigada por envolvimento em dezenas de assaltos e de integrar uma facção criminosa, Sabrina Soares Correia, de 18 anos, foi morta no final da tarde de sexta-feira (16) durante uma intervenção do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no conjunto Boné Azul, zona norte de Macapá.

Segundo a polícia, ela havia executado um assalto na quinta-feira (15), onde acabou identificada. Foi descoberto que ela estava homiziada em um imóvel localizado na Avenida Raimundo Almeida da Costa. Ela teria sido levada para o local por um dos comparsas. A família que reside no imóvel não sabia da vida criminosa da mulher.

Segundo o capitão Eliabe, do Bope, assim que as equipes chegaram a criminosa abriu fogo. “Durante a abordagem ele decidiu atirar contra as equipes e houve o revide. Acionamos o resgate médico, mas ela não resistiu. Essa mulher integrava uma facção criminosa e fazia questão de exibir isso em redes sociais onde ela postava vídeos sempre ostentando armas de grosso calibre. Já estava sendo monitorada há algum tempo”, disse o capitão.

Com Sabrina a polícia apreendeu um revólver usado no confronto e dentro da residência foram apreendidos coletes balísticos, drogas e camisas com inscrições da Polícia Federal (PF). “Acreditamos que eles estavam planejando um grande assalto. Já havia um planejamento, mas a ação foi frustrada antecipadamente”, relatou Eliabe.

Sabrina Soares era namorada do também assaltante Estevão dos Santos Queiroz, de 19 anos, o ‘Estevinho’, que foi morto em um confronto com o Bope em junho deste ano no bairro Marabaixo. A própria Sabrina chegou a publicar nas redes sociais mensagens de ódio que sugeriam que os criminosos vingassem a morte do companheiro dela.

O corpo dela foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado. O material apreendido foi apresentado no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, onde o caso foi registrado. Dois menores que estavam com ela foram apreendidos e entregues na DEIAI.

 

Reportagem: Jair Zemberg
Fotos: Jair Zemberg e redes sociais
Texto: Elden Carlos

 

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *