Polícia

GTA faz testes finais e conclui treinamento para voltar a operar

A entrega oficial ocorrerá às 16h, no anfiteatro do Parque do Forte, no Centro da Capital.

Compartilhe:
Depois de cinco anos, o Grupo Tático Aéreo (GTA) vai voltar a operar missões de segurança pública e defesa social no Amapá. A nova aeronave adquirida pelo Governo do Estado, um helicóptero modelo esquilo AS350 B2, inicia as atividades na próxima terça-feira, 15, data em que estará totalmente adaptada para as ações ostensivas, de salvamento, resgate e atendimento aeromédico e combate a incêndio. A entrega oficial ocorrerá às 16h, no anfiteatro do Parque do Forte, no Centro da Capital.
 
Na tarde desta sexta-feira, 11, o GTA realizou sobrevoos em Macapá para consolidar a readaptação da equipe. Todos os 23 agentes participaram das simulações de atendimento médico, rapel, resgate, embarque e desembarque com ou sem vítimas – parte prática que compreende a etapa final antes do grupo entrar em ação.
 
De acordo com o comandante do GTA, Rubem Júnior, desde que o governo oficializou a compra da aeronave, em agosto, a equipe intensificou a grade de treinamentos. Na semana passada, eles atualizaram o conhecimento teórico e prático no atendimento de emergência – primeiros socorros e atendimento pré-hospitalar – e transporte aeromédico.
 
Segundo o comandante, na ocasião da entrega oficial da aeronave, a equipe fará uma apresentação especial. “Vamos mostrar para a população um pouco do que sabemos fazer tanto em solo quanto no ar. Quem comparecer vai gostar”, prometeu Rubem Junior.
 
O GTA
 
O GTA foi criado em 2006, na primeira gestão de Waldez Góes. Vinculado à Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o grupo se constituiu num dos mais importantes mecanismos de defesa para o Estado já nos primeiros meses de atuação, quando auxiliou no salvamento de muitas vidas e prisões de criminosos. Nos cinco anos em que esteve operando com helicóptero, o GTA atendeu quase 2 mil ocorrências, de apoio ostensivo, resgate e salvamento. Foram 700 voos de patrulhamento.
 
Os 23 integrantes do GTA – dos quais oito são pilotos de aeronaves – são preparados para atuar em missões policiais, salvamento e transporte aeromédico, e combate a incêndio. Por ser uma equipe multidisciplinar, composta por policiais civis e militares, e bombeiros, o grupo é treinado para perseguir e capturar criminosos, resgate com rapel em áreas de difícil acesso como florestas, rios, prédios, presídios, atendimento pré-hospitalar, sobrevivência em meio líquido, patrulhamento e acompanhamento tático, tanto aéreo quanto terrestre. Também são especializados nas mais diferentes modalidades de tiro (estático, em movimento, embarcado em aeronave ou veículos terrestres) e treinados para manusear os armamentos mais utilizados pelas modernas forças de segurança.
 
Outras informações podem ser acessadas na página do GTA: https://www.facebook.com/GTA-Grupo-T%C3%A1tico-A%C3%A9reo-Amap%C3%A1-285931348132523/.
 
Compra
 
O projeto para a compra de uma aeronave própria para o GTA começou ainda no segundo mandato consecutivo do governador Waldez Góes. Em 2010, quando saiu do Setentrião, ele deixou recurso em caixa para a compra de um helicóptero. Eram aproximadamente R$ 5 milhões para aquisição de uma aeronave usada.
 
Entretanto, nos anos seguintes, época da gestão anterior, o projeto não foi executado e o convênio quase foi cancelado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) no início de 2015. Contudo, a gestão política da atual administração conseguiu contornar a situação e, em seis meses, licitou uma aeronave zero quilômetro.
 
O investimento no Esquilo AS350B2 foi de R$ 10,3 milhões – R$ 7,2 milhões em recursos da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafrom), convênio com a Senasp, com contrapartida e mais complementação de R$ 3,1 milhões do Tesouro Estadual. O contrato prevê garantia de três anos.
 
O esquilo
 
O modelo de helicóptero adquirido pelo Governo do Amapá é o Esquilo AS350 B2. É uma aeronave com capacidade para até seis passageiros em sua fabricação original. No entanto, no caso do GTA, as adaptações necessárias para as funções ostensivas, de salvamento e transporte aeromédico, deverão aumentar a capacidade de passageiros e tripulantes.
 
Por causa de seu motor Turbomeca Arriel 1D1, o AS350 B2 tem excelente desempenho em altitudes elevadas e em ações que envolvam altas temperaturas – como no auxílio de combate a incêndios.
 
Na compra feita pelo governo, a aeronave veio acompanhada do Bambi Bucket, equipamento que pode carregar diversos tipos de carga, como volumes grandes de água para combate a incêndios, sobretudo em áreas ambientais, onde o acesso de equipes anti-incêndio é dificultoso. O helicóptero que será entregue na próxima terça-feira tem capacidade de carga de até 1,16 tonelada de carga no gancho (aproximadamente mil litros de água).
 
A composição conjugada de pás, rotor “starflex” e capôs do modelo adquirido pelo Amapá reduziu os níveis de ruído e vibratório – o que permite melhor conforto no transporte de vítima. O Esquilo AS350 B2 foi fabricado pela Helibrás na cidade de Itajubá, em Minas Gerais.
 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *