Polícia

Operação da PC prende 8 pessoas em Oiapoque; 4 por contrabando de ouro

Operação fluvial deflagrada pela Polícia Civil (PC) visa combater crimes diversos na região de fronteira.

Compartilhe:
Policiais vasculham fronteira de Oiapoque em patrulhamento fluvial

O delegado Charles Corrêa, da Polícia Civil de Oiapoque, comandou a prisão de 8 pessoas nesta sexta-feira (15) no quinto dia de uma operação fluvial que combate crimes diversos na fronteira de Oiapoque, distante 590 quilômetros de Macapá, com a Guiana Francesa. A operação conta com apoio da Polícia Francesa (Gendarmerie), Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e Marinha do Brasil.

Segundo o delegado, quatro pessoas foram presas por contrabando de ouro. Elas estavam em uma embarcação que vinha da cidade de Régina, localizada no departamento de ultramar da Guiana Francesa.

As outras quatro pessoas foram presas por atentado contra a segurança do transporte fluvial. São dois pilotos e dois auxiliares que fazem o transporte clandestino de passageiros pelo oceano. Na semana passada um brasileiro morreu durante a travessia depois que a embarcação que ele estava naufragou. Não havia coletes salva-vidas na voadeira. O corpo foi localizado pela polícia durante buscas que foram comandadas pelo próprio delegado Charles Corrêa.

Os presos foram levados inicialmente  para o Centro Integrado em Operações de Segurança Pública  (Ciosp), Oiapoque, onde ocorreu o indiciamento. Os quatro contrabandistas de ouro foram apresentados posteriormente na sede da Polícia Federal (PF).

Além dessas prisões, a Marinha do Brasil realizou a apreensão de duas embarcações e dois motores (200 cv e 75 cv) pertencentes aos presos. O delegado também informou que os pilotos e os auxiliares das embarcações costumam trazer drogas para o município de Oiapoque. Porém, nessas prisões não foi encontrado nenhuma substância ilícita com eles.

Reportagem: Elden Carlos

Fotos: Divulgação/PC

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *