Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Publicidade
Polícia

Operação Krampus reprime crime de pornografia infantil no Amapá

Um homem, de 29 anos, foi preso preventivamente em Santana. Ele é investigado pelos crimes de produção, compartilhamento e armazenamento de pornografia infantil.


Elden Carlos
Editor-chefe

Um homem, de 29 anos, foi preso preventivamente na manhã desta segunda-feira (06), no município de Santana, região metropolitana de Macapá, durante a operação ‘Krampus’, deflagrada pela Polícia Federal (PF) para apurar os crimes de produção, compartilhamento e armazenamento de pornografia infantil.

Segundo a PF, além do cumprimento de prisão ainda foram realizadas buscas e apreensões em três endereços ligados ao alvo da operação. Ele também é investigado pelo crime de estupro de vulnerável. A ação policial teve início por meio de rastreamento na internet, realizado por organismos internacionais que reprimem crimes de abuso sexual infantil e desaparecimento de crianças.

Esse trabalho resultou na identificação do investigado e apontou que ele teria armazenadas em equipamentos eletrônicos mais de 100 imagens em que crianças aparecem em situação de exploração sexual infantil.

A investigação ainda revelou fortes indícios que o homem produziu vídeos e fotos pornográficas com uma menor de idade com quem ele tem laços familiares, o que caracterizaria o crime de estupro de vulnerável. Essa foi a quarta operação realizada pela PF neste ano para combater essa prática delitiva no estado amapaense.

No aparelho celular do investigado os policiais descobriram um vídeo que ele havia produzido no domingo (05), com a menor que vive em seu convívio. Os trabalhos decorrem da parceria que a Polícia Federal possui com as instituições estrangeiras que reprimem essas ocorrências.

Um segundo homem, residente no mesmo endereço, foi flagrado com uma pistola com numeração raspada. Por esse motivo, também foi preso em flagrante e conduzido à sede da PF para procedimentos de praxe.

Quanto ao homem de 29 anos, em caso de condenação, ele poderá cumprir pena de até 31 anos de prisão e pagamento de multa.

“Krampus” é uma figura mítica que simboliza um monstro que aterroriza e pune crianças na época do Natal.

Imagens: Divulgação/PF


Comente