Polícia

PF combate crimes ambientais em garimpos de Oiapoque

A investigação se iniciou a partir de denúncias, além de ações da PF e outros órgãos de fiscalização in loco.

Compartilhe:

Elden Carlos
Editor-chefe

 

A Polícia Federal deflagrou a operação Hunter-Russell, no município de Oiapoque, extremo Norte do Amapá. Cerca de dez policiais federais, com apoio do Exército Brasileiro e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, cumpriram um mandado de busca e apreensão, além de encerrar as atividades de um garimpo clandestino localizado às margens do Rio Cricou naquela cidade.

A ação da PF visa desarticular grupo criminoso que atua na prática de usurpação de bens da União e comete crimes ambientais. Tem ainda a missão de cessar imediatamente as atividades no local, com a destruição de maquinário, equipamentos, ferramentas e edificações (remoção) utilizados na atividade ilegal e que provocam dano ambiental.

 

A investigação se iniciou a partir de denúncias, além de ações da PF e outros órgãos de fiscalização in loco. Os envolvidos podem responder por usurpação de bem da União, crimes ambientais e associação criminosa, com uma pena total de até 14 anos de reclusão.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *