Polícia

Polícia Civil diz que investiga tentativas de abastecimento irregular na central do governo

Suspeitos tentaram abastecer duas vezes com tickets possivelmente furtados

Compartilhe:

PAULO SILVA
DA EDITORIA DE POLÍTICA

O governo do Amapá informou que a Polícia Civil investiga tentativas frustradas de abastecimento irregular na sua unidade de abastecimento, por motoristas em veículos particulares, não cadastrados no sistema da central, com adesivos de candidatos e com tickets supostamente furtados. As investidas teriam ocorrido nos dias 13 e 14 de outubro, entretanto, por não atenderem às exigências de controle interno, nenhum dos veículos foi abastecido.

De acordo com o governo, ao identificar que se tratava de veículos não oficiais e adesivados com visualização eleitoral, a placa do primeiro veículo foi anotada e repassada para a Polícia Civil, o suspeito já foi identificado e conduzido para prestar esclarecimentos. Já o segundo envolvido, se evadiu do local antes da chegada da polícia, que investiga se os casos estão relacionados e ainda como os tickets foram parar em mãos de terceiros. Não foram dados mais detalhes sobre os veículos e quanto aos adesivos.

A Secretaria da Administração (Sead), responsável pela Central de Abastecimento, ratificou que só abastece carros oficiais e que tem um rigoroso controle de distribuição de combustível, que inclui a identificação no ticket dos veículos autorizados, a quilometragem, a quantidade de litros e a assinatura do chefe de transportes do órgão correspondente. “Além disso, em hipótese alguma, carros com adesivos de campanha política são abastecidos”, destacou Suelem Amoras, secretária da Administração.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *