Polícia

Quase cem pessoas são detidas durante ‘Operação Lockdown’ em 0iapoque

Polícia Civil e forças de segurança agem com rigor no cumprimento do decreto de isolamento social, detendo aqueles que ousam descumprir as medidas.

Compartilhe:

Elden Carlos
Editor

 

Noventa e duas pessoas haviam sido detidas até o meio dia desta quarta-feira (20) durante a ‘Operação Lockdown’, no município de Oiapoque, no extremo norte do Amapá, fronteira com a Guiana Francesa.

Segundo o delegado Charles Corrêa, da Polícia Civil, as pessoas foram detidas por transgredirem o decreto que proíbe a circulação de pessoas sem máscaras, ou que não apresentaram justificativas plausíveis previstas em decreto que permitem, por exemplo, a circulação apenas para pessoas que estão em deslocamento para supermercados, agências bancárias, hospitais e farmácias.

“Desencadeamos a operação a partir da terça-feira (19) com medidas enérgicas para fazer valer o decreto. Contamos com ação integrada da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Iapen e todas as secretárias municipais de Oiapoque. Essas pessoas detidas foram arroladas, principalmente, no Art. 268 do Código Penal, que é infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. A pena é detenção e um mês a um ano, além de multa.

Os detidos foram levados para o estádio Natizão, onde ocorreu uma palestra de conscientização. “Atuamos por meio terrestre e fluvial. Essas pessoas detidas foram encaminhadas ao estádio Natizão, onde proferimos palestra para conscientizá-las sobre o lockdown, no sentido de baixar a curva de contágio, que é bastante elevada. Graças a Deus tivemos bom desempenho, pois é visível que as ruas estão bem mais vazias. Vamos manter a pegada, firme, para podermos sair dessa situação desagradável para todos”, concluiu o delegado.

 

Imagens: Divulgação/PC

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *