Polícia

Traficante teria decretado morte de jovem, diz polícia

Jovem de 18 anos foi assassinado com requintes de crueldade. Ele seria usuário de drogas e estaria devendo dinheiro ao traficante que ordenou sua execução

Compartilhe:

A Polícia Militar (PM) encontrou por volta de 23h30 de quinta-feira (6) o corpo do jovem Felipe Silva Ramos, de 18 anos, que havia desaparecido na quarta-feira (5) quando a família começou a fazer buscas e recebeu a informação de que ele poderia sido assassinado em uma emboscada.

policia4-menor016De acordo com a polícia, Felipe era usuário de drogas e teria contraído uma dívida com um traficante. Sem receber o pagamento, o criminoso arquitetou um plano para matar a vítima. Conhecido como Paulo Emídio, o ‘Paulinho’, o traficante usou duas garotas para atrair o jovem até uma casa em área de invasão no final da Avenida Chico Mendes, bairro Infraero I, zona norte de Macapá.

Ainda segundo a polícia, no local havia outros suspeitos que renderam o garoto e passaram a torturá-lo. Felipe foi atacado com facadas nas costas e abdômen, pauladas e esganadura. O crime ocorreu no interior da casa, mas o corpo foi desovado em uma área de mata localizada à margem da rodovia Norte/Sul. Para isso os suspeitos usaram uma picape que transportou o corpo enrolado em um colchão.

Uma denúncia anônima levou os policiais até o endereço onde havia vestígios do crime. A mesma denúncia dava conta de que os suspeitos estariam comemorando a morte de Felipe. Três menores – sendo duas meninas – foram apreendidos. O adolescente de 14 anos confessou envolvimento no crime. As garotas seriam as iscas usadas para atrair a vítima até o local onde o crime foi perpetrado.

Foram eles que levaram os policiais do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) até a área onde o corpo havia sido desovado. A Polícia Técnico Científica (Politec) fez a remoção do cadáver para o Departamento de Medicina Legal (DML) para ser necropsiado.

Os suspeitos foram apresentados na delegacia. Eles disseram que atuaram a mando do traficante Paulinho que teria decretado a morte da vítima. A polícia vai apurar o caso.

Reportagem: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *