Polícia

Traficantes são presos com 50 quilos de maconha no aeroporto de Macapá

A droga apreendida é uma derivação do skank, que é a versão mais poderosa da maconha, modificada geneticamente em laboratório.

Compartilhe:
Delegado Sidney Leite comandou as prisões

Três pessoas foram presas com cerca de 50 quilos de maconha na madrugada desta quinta-feira (6) no aeroporto internacional de Macapá. A droga estava em três malas que foram embarcadas na noite de quarta-feira (5) no aeroporto de Campo Grande (MS) e eram transportadas por Daiane Silva da Silva, de 29 anos, e pelo travesti Daniel Correa Moraes, de 20 anos, a ‘Dany’.

Um terceiro homem identificado como Jane Alexandre de Souza, de 37 anos, que aguardava pela droga no aeroporto também acabou preso em flagrante. Segundo o delegado Sidney Leite, titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) o transporte do carregamento já vinha sendo monitorado.

“Iniciamos há algumas semanas uma investigação sobre o esquema interestadual de drogas envolvendo essas pessoas. Foi realizado um levantamento minucioso de informações e ainda contamos com várias denúncias anônimas realizadas através do nosso Disk-Denúncia (96) 98141-4161. Na madrugada de hoje [quinta] logramos êxito na apreensão de cerca de 50 quilos dessa maconha que é uma derivação do skank, ou seja, tem maior poder alucinógeno e valor de mercado”, declarou o delegado.

O delegado reforçou a parceria da comunidade e disse que todas as denúncias feitas à DTE são apuradas com rigor e já levaram a polícia a apreender grandes quantidades de drogas e a prender dezenas de traficantes no Amapá.

 

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *