Política Nacional

França realiza operações antiterroristas com detenções

Múltiplas operações antiterroristas, com pelo menos uma em relação com os atentados de Paris da sexta-feira (13) passada, foram realizadas em diversos pontos de França, com vários detidos, segundo as forças da ordem.

Compartilhe:

Segundo o Ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, 23 pessoas estão em custódia e outras 104 foram colocadas em prisão domiciliar. Armas também foram apreendidas em conexão com os atentados de Paris, incluindo lança-foguetes. A polícia realizou 168 ações na noite passada, disse Cazeneuve a jornalistas. “Que isso fique clara para todos, é só o começo, essas ações irão continuar”, afirmou o ministro.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, afirmou que novos atentados são planejados contra a França e outros países europeus. Para o premiê, o país deve estar preparado para novos atentados porque pode ser atacada novamente “nos próximos dias, nas próximas semanas”, completou Valls. “Eu não digo isso para fazer medo, mas para que cada um esteja consciente. Os franceses retomam o trabalho após esses dias terríveis, as crianças voltam para a escola. A vida deve ser retomada evidentemente, mas nós vivemos e nós vamos viver muito tempo com esta ameaça terrorista. E, sem dúvida, é preciso se preparar para as réplicas [dos ataques]”, declarou Valls.

Buscas
Uma dessas buscas, no subúrbio parisiense de Bobigny, era parte de uma investigação judicial sobre os ataques em um estádio de futebol, bares e uma casa de shows, em que pelo menos 129 pessoas morreram, na sexta.

Na cidade de Lyon, cinco pessoas foram detidas e armas foram apreendidas, incluindo um lança-granadas, coletes à prova de balas, várias pistolas e um fuzil kalashnikov, informaram fontes policiais. O canal “BFM TV” explicou que os investigadores tinham “várias dezenas de alvos” nestas operações, que aconteceram em Grenoble (leste), Toulouse (sul), Jeumont (norte) e em Bobigny, cidade dos arredores de Paris.

Uma revista em Bobigny era em relação direta com os ataques terroristas de Paris na noite da sexta-feira, segundo a “France Info”, em espera que sejam divulgados os resultados. Em Grenoble, segundo a “BFM TV”, houve seis detenções e armas foram confiscadas. Em Toulouse, concretamente em vários pontos da Reynerie, no bairro de Le Mirail – de onde era o terrorista francês Mohammed Merah, autor de várias massacres na região em março de 2012 – houve pelo menos três pessoas detidas.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *