Política Nacional

Lentidão no sistema de apuração do TSE faz Brasil amanhecer com indefinição de prefeitos e vereadores

Resultado para prefeitura de Maceió só foi divulgado na manhã de segunda, 16; cidade de São Paulo amanheceu sem definição de vereadores. TSE informou que a totalização de 100% dos votos ocorre no dia seguinte ao pleito.

Compartilhe:

Em algumas cidades pelo país não se sabia ainda, na manhã desta segunda-feira (16), quem é o prefeito eleito nem quem são os vereadores. A lista de cidades inclui ao menos duas capitais: Maceió e São Paulo. Os dois municípios estavam sem vereador definido no início da manhã. Em Maceió, o resultado para prefeito saiu por volta de 9h.

Os problemas começaram ainda no domingo (15), com lentidão na apuração de votos logo após o fim do pleito, e se estenderam ao longo da madrugada e da manhã. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tradicionalmente a totalização de 100% dos votos só é concluída ao longo da segunda-feira seguinte à votação, com a contagem de votos de locais de difícil acesso.

Apesar da demora, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, tentou afastar as suspeitas sobre a possibilidade de se fraudar os resultados. Segundo ele, não é possível que haja fraude porque os resultados em cada urna são impressos em um boletim, ao final da votação, afixados na seção eleitoral e distribuídos aos partidos.

“Eu trabalho com fatos. Ao final do dia de votação, a urna imprime o resultado. Não há mais como fraudar. Esses resultados foram impressos, foram comunicados ao TRE, o TRE encaminhou ao TSE. O TSE teve um problema de lentidão na totalização desse resultado. Qualquer candidato, a qualquer tempo, pode conferir o resultado das urnas com o resultado que vier a ser divulgado pelo TSE”, disse Barroso em entrevista.

Em Maceió, única capital cujo resultado da eleição para prefeito não havia sido divulgado até o início da manhã desta segunda, 94,50% dos votos haviam sido apurados até por volta de 7h45. A última divulgação, até então, tinha sido feita 0h20, e o resultado final só saiu por volta de 9h.
Na cidade de São Paulo, com 99,92% das seções totalizadas também 0h20, o site do TSE também não tinha ainda a relação dos vereadores eleitos até 9h.

 

Contagem centralizada no TSE

Pela primeira vez a contagem dos votos passou a ser centralizada no TSE. De acordo com o ministro presidente da Corte, a mudança não foi uma decisão dele, Barroso, mas foi estabelecida e ele precisou seguir.

Os tribunais regionais eleitorais não tiveram responsabilidade pelo problema, segundo o ministro. Barroso explicou que os tribunais enviaram os dados brutos para que o TSE fizesse a totalização. No entanto, segundo ele, a falha ocorreu não pelo critério de se fazer a totalização no TSE. Ela foi motivada por um problema de hardware, com o defeito em processadores de um computador.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *