Política

Prefeito em exercício, Juiz Mário Mazurek alerta para despejo de lixo em áreas urbanas

É a terceira vez que um juiz assume a prefeitura como interino em 2018.

Compartilhe:

O juiz Mário Euzébio Mazurek, titular da 2ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá, foi recebido na Prefeitura da capital pelo secretário municipal de gabinete, Sérgio Lemos, pela procuradora Geral do Município, Taísa Mendonça, e pelos subprocuradores Rafael Ferreira e Stella Rocha, na tarde desta terça-feira (07). Respondendo como prefeito em exercício nos dias 07 e 08 de agosto, o magistrado foi convidado a conhecer as instalações da PMM e participou de uma reunião do Núcleo Cidade.

 

“Foram apresentados os programas que estão sendo executados e, embora seja uma situação excepcional, é interessante ver a administração pública pelo lado do Executivo. Mas entristece constatar que muitas vezes parte da população não colabora, e até boicota, o trabalho que está sendo feito, jogando lixo em qualquer lugar e até furtando plantas ornamentais disponibilizadas nos canteiros dos logradouros públicos para embelezar a cidade”, avaliou o juiz.

 

Após diálogo inicial, a procuradora Taísa Mendonça conduziu o prefeito em exercício pelo prédio da PMM, apresentando setores e servidores. “É uma honra para nós termos um juiz como prefeito substituto. Principalmente para nós da Procuradoria que atuamos muito próximos do Poder Judiciário”, disse a procuradora. Ela ponderou que é importante quando o magistrado, que muitas vezes julga litígios envolvendo o município, possa conhecer o outro lado da moeda, se colocando no papel de gestor.

 

Como exemplo dessa troca positiva de experiências, a procuradora Taísa relatou que a última magistrada a assumir a tarefa – juíza Alaíde Maria de Paula, titular da 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá – deixou contribuições importantes. Dentre elas, passou orientações à equipe jurídica sobre a judicialização de questões envolvendo avanço de obras sobre o passeio público. “A Dra. Alaíde também nos orientou a dialogar sobre os processos envolvendo habitação, propondo pautas de esclarecimento junto aos magistrados. Adotamos essa prática e tem feito muita diferença”, relatou.

Durante a reunião com o secretariado, o juiz Mazurek ouviu do secretário de assuntos extraordinários e de comunicação, Diniz Sena, a explicação sobre a organização da gestão em núcleos. “Cada núcleo reúne secretarias e órgãos afins, com objetivo de unificar as ações da prefeitura. Esse é o Núcleo Cidade, que congrega as secretarias que atuam na manutenção urbana, obras e segurança”, explicou.

 


O secretário de gabinete, Sérgio Lemos, mostrou ao magistrado o relatório sobre uma ação apelidada de “ralhotur”. “É quando o prefeito Clécio Vieira conduz os secretários em um microônibus, geralmente aos domingos, para chamar atenção dos gestores sobre os problemas da cidade que ainda não foram devidamente tratados”, explicou. O relatório aponta como questão central a ocupação desordenada do passeio público, que “vem se agravando com a crise econômica e o desemprego”.

 

No aspecto do ordenamento da cidade, o diretor presidente da Companhia de Transporte e Trânsito de Macapá (CTMAC), André Lima, apresentou o projeto de sinalização e o sistema de monitoramento da cidade, “que vem auxiliando as forças que integram o sistema de Justiça a desvendar crimes e delitos”, revelou. André Lima também relatou o trabalho que a CTMAC está fazendo na recuperação dos semáforos localizados próximos a duas faculdades situadas na rodovia Duca Serra.

 

O magistrado permaneceu na reunião do Núcleo Cidade, que se estendeu até o início da noite. Nesta quarta-feira (08), o prefeito em exercício inicia agenda com despachos no gabinete da Prefeitura, às 10h00. Em seguida, em companhia do secretário Sérgio Lemos, visitará diversas obras do município, entre elas o CEU das Artes e o Centro de Reabilitação, ambas localizadas na zona norte.

 

É a terceira vez que um juiz assume a prefeitura como interino em 2018. O juiz Eduardo Contreras, titular da Turma Recursal dos Juizados Especiais, foi prefeito em exercício de 24 a 26 de abril, e a juíza Alaíde Maria de Paula, titular da 2ª Vara Cível e de Fazenda Pública, respondeu pela Prefeitura de Macapá no período de 22 a 24 de maio.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *