Política

Diocese de Macapá integra coalizão por Reforma Política

Mobilização da comunidade católica


Compartilhe:

 

Conselho de Leigos, Comissão Justiça e Paz, paróquias, pastorais, movimentos e comunidades católicas, em conjunto com a OAB Amapá, faculdades, escolas, associações, sindicatos, Tribunal Regional Eleitoral (TRE AP), entre outras instituições públicas e privadas do Estado estão mobilizadas, desde o início de 2015, na campanha nacional de conscientização, divulgação e coleta de assinaturas para a proposta de Lei Popular pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas no Brasil.Informações completas em WWW.reformapoliticademocratica.org.br.

Durante a Festa de São José, no último dia 19, grupos católicos coletaram mais de mil e quinhentas assinaturas. “Nossa meta é alcançarmos em torno de 60 mil assinaturas no Amapá com a contribuição de toda a Diocese de Macapá, em parceria com escolas, faculdades, empresas, instituições públicas”, afirmou Cirilo Borges, presidente do Conselho Diocesano de Leigos (as), organismo eclesial que coordena a participação da Diocese de Macapá na Coalizão.

A programação de debates e coletas de assinaturas prossegue nessa sexta-feira, 27, às 9h, com a audiência pública na sede da OAB Amapá, em adesão ao movimento de iniciativa popular da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, com as presenças de representantes da Diocese de Macapá, TRE, Tjap, MPE, MPF, Assembleia Legislativa e parlamentares. De acordo com a presidência estadual da Ordem, o objetivo é aderir à campanha nacional pela coleta de 1,5 milhões de assinaturas em defesa da Reforma Política e pelo combate à corrupção. O movimento já possui apoio de todas as seccionais do Brasil.

No sábado, 28, a partir das 8h30, a coordenação estadual da Coalizão realiza ampla mobilização no centro comercial de Macapá, com a concentração na praça Veiga Cabral.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *