Política

Em Santana, Randolfe reúne com comerciantes sobre novo Terminal Hidroviário

O encontro ocorreu na Câmara Municipal da cidade e contou com a participação do prefeito Bala Rocha, da presidente da casa legislativa, vereadora Elma Garcia, do deputado federal Camilo Capiberibe, além de parlamentares e secretariado.

Compartilhe:

Na manhã desta segunda-feira (19), o senador Randolfe Rodrigues (REDE) participou de reunião com donos de embarcação e comerciantes sobre o novo Terminal Hidroviário de Passageiros de Santana.

O encontro ocorreu na Câmara Municipal da cidade e contou com a participação do prefeito Bala Rocha, da presidente da casa legislativa, vereadora Elma Garcia, do deputado federal Camilo Capiberibe, além de parlamentares e secretariado.

O projeto do novo Terminal foi apresentado pelo subsecretário de Planejamento, Marlus Carvalho, que deu detalhes e destacou a importância da obra para a região. De acordo com o gestor, atualmente, o transporte interestadual movimenta cerca de 200 mil passageiros por ano e aproximadamente R$ 31 milhões. Já o transporte estadual movimenta 16 mil passageiros por ano e cerca de R$ 1,6 milhões. Os dados são da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

 

*Porto do Povo*

A obra, chamada Ip4 (Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte), conta com R$ 12 milhões alocados pelo senador Randolfe Rodrigues e será executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A previsão é que sua construção inicie ainda este ano e seja concluída em 2022.

“Essa notícia que nos apresenta o senador Randolfe ajuda a essa visão que Santana precisa, que é ser a cidade dos portos. Queremos que Santana seja o novo centro de logística de transporte da Amazônia. Para isso, precisamos de portos com grande capacidade e modernizados”, destacou o prefeito Bala Rocha.

 

Já o senador Randolfe destacou que Santana terá o primeiro terminal hidroviário de passageiros da sua história.

 

“Temos um dos principais portos da região amazônica, com uma das melhores localizações geográficas do mundo. Tudo isso tem sempre sendo dito, mas pouco tem sido feito concretamente. A ideia desse Terminal é de revitalização da orla da cidade. Santana não pode ser somente endeusada por suas maravilhas se não pegarmos no serviço, valorizarmos e botar pra funcionar sua vocação”, disse o senador.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *