Política

Mensagem do governador Waldez Góes abre trabalhos legislativos de 2019

Durante 56 minutos, o governador Waldez Góes apresentou aos deputados e à população amapaense um breve balanço das realizações governamentais no período de 2015 a 2018, assim como os programas e ações propostos para o novo mandato, iniciado em janeiro deste ano.

Compartilhe:

A Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) abriu, na tarde desta quarta-feira (6), a primeira sessão legislativa da VIII Legislatura, com a presença do governador Antônio Waldez Góes (PDT), que fez a leitura da primeira Mensagem Anual de seu governo. A sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos, realizada no plenário provisório no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço, foi presidida pelo deputado Kaká Barbosa (PR), reeleito presidente da Casa nesta terça-feira (5).


Durante 56 minutos, o governador Waldez Góes apresentou aos deputados e à população amapaense um breve balanço das realizações governamentais no período de 2015 a 2018, assim como os programas e ações propostos para o novo mandato, iniciado em janeiro deste ano. Na mensagem de 15 páginas, o governador iniciou lembrando que em janeiro de 2015 o Brasil atravessou uma das piores crises de sua história, com baixo crescimento econômico, desemprego, déficit nas contas nacionais, crise política e uma série de outras graves situações.


“No Amapá, além da crise nacional, também sofremos com os problemas deixados pela gestão que nos antecedeu, com dívida pública elevada, pagamentos em atraso de fornecedores, servidores públicos e terceirizados e ameaça de demissão de mais de três mil serventes e merendeiras. Apenas na educação, a dívida passava de R$ 500 milhões”, destacou Waldez Góes, frisando que, “com seriedade e firmeza, promovemos os ajustes necessários na gestão, contingenciando o orçamento público, cortando contratos terceirizados e reduzindo com rigor os contratos corporativos continuados”.


Waldez Góes citou que o Amapá foi o único estado brasileiro com menos de 1 milhão de habitantes que conseguiu manter em dia, nesse período conturbado, o pagamento dos salários e do 13º dos servidores públicos, além de assegurar outros importantes avanços capazes de construir os caminhos para o desenvolvimento. “Agora, iniciamos o novo mandato com otimismo e na expectativa de que o Brasil encerre, em definitivo, o capítulo da crise vivida nos últimos anos. Apesar da expectativa positiva, é importante salientar que continuaremos, neste novo mandato, com o esforço de ajuste fiscal e de controle da gestão, adotando novas medidas de racionalização de gastos do governo. O período difícil nos fortaleceu a convicção de que essa postura deve ter caráter permanente na administração pública”, frisou.


Também estiveram presentes na sessão secretários de governo; o procurador-geral de Justiça, Márcio Augusto Alves; o presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, Carlos Tork e o vice-governador Jaime Nunes.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *