Política

Waldez confirma retorno gradual das aulas presenciais em agosto

Segundo o governador do Amapá, Waldez Góes, a situação epidemiológica das últimas semanas possibilita o retorno presencial, com limitações, das aulas na rede estadual de ensino.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

O governador do Amapá, Waldez Góes, detalhou nesta terça-feira (20) o novo decreto com medidas sociais e econômicas do estado. Entre os principais pontos, está a autorização para retorno das aulas presenciais em agosto, de forma gradual, nas escolas públicas e privadas.

“O que está nos permitindo avançar são duas situações. Primeiro: o controle da pandemia. Os indicadores semanais mostram certa estabilidade, inclusive, nesta última semana reduzimos em 10% os casos de covid e de atendimentos em UBSs; caiu para 31% a ocupação de leitos clínicos e para 44% nas UTIs. Portanto, com o engajamento das prefeituras, estado e da sociedade, que está cumprindo as medidas, nós estamos voltando à normalidade, mas, acompanhados da manutenção desses dados epidemiológicos”, frisou Waldez Góes.

O outro ponto, segundo o gestor, é a cobertura vacinal que o estado tem alcançado contra a Covid-19. “Hoje (20), por exemplo, vamos começar a distribuir 54 mil vacinas para os 16 municípios. Nunca antes as prefeituras receberam uma remessa tão significativa. E até setembro, toda a população adulta, a partir de 18 anos, será vacinada”, anunciou.

O retorno gradual das aulas deve iniciar no dia 2 de agosto, com 50% da capacidade de cada sala e com revezamento de turmas. O planejamento, de acordo com cada série, deve ser apresentado pela Secretaria Estadual de Educação (Seed) nos próximos dias. “É preciso retornar. Pode até não retomar com a recuperação de conteúdos já no dia 2, mas pode começar com uma visitação dos responsáveis à escola dos filhos ou outra atividade a ser planejada pela Seed. Nós estamos no ensino virtual, mas preparando o híbrido. Vamos primeiro abrir as portas à comunidade escolar, para que vejam o que precisa ou não melhorar e contribuam com o retorno seguro. Sabemos da nossa responsabilidade, mas a sociedade tem que contribuir também”, avaliou Waldez.

Outras medidas
A partir do dia 2 de agosto, também devem retomar o atendimento presencial as Secretarias do governo estadual. Além disso, bares também deverão retomar as atividades a partir do dia 3 de agosto, seguindo protocolo que vai ser elaborado pela Abrasel e submetido à aprovação do estado. “Os donos de bares e restaurantes vão pactuar o cumprimento desse protocolo, para que a fiscalização das forças de segurança atue sem ser prejudicada. Até lá, seguimos reunindo com as entidades representativas, empresários e trabalhadores, para que este retorno seja seguro para todos”, finalizou o governador.

No decreto em vigor, aumenta em 30 minutos o horário de funcionamento de restaurantes, churrascarias, lanchonete e similares, que agora será das 10h até às 23h30min. O horário de funcionamento dos shoppings centers agora é das 10h às 21h, e dos supermercados, das 7h às 20h.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *