Última Hora

Capitania dos Portos vai apurar incêndio em embarcação em Afuá

Capitania dos Portos do Amapá informou que vai instaurar inquérito para apurar as causas do incêndio que destruiu um barco ancorado em porto de Afuá (PA)

Compartilhe:

A Capitania dos Portos do Amapá (CP-AP) informou neste sábado, 18, em nota, que vai instaurar inquérito administrativo para apurar as causas do incêndio que destruiu na sexta-feira, 17, uma embarcação de transportes de cargas que estava ancorada em um trapiche comercial localizado às margens do rio Marajozinho, no município de Afuá (PA) distante 5 horas de barco da cidade de Macapá (AP).

De acordo com a Capitania dos Portos, as primeiras análises mostram que apesar da gravidade do sinistro, não houve vazamento de combustível, o que poderia causar poluição hídrica. Ainda de acordo com a nota, um tripulante sofreu ferimentos leves durante o combate às chamas.

O acidente

Segundo informações do radialista José Antônio, da rádio Afuá FM, o fogo teria iniciado na casa de máquinas e se alastrou rapidamente pelo convés.

O B/M Comandante Souza havia chegado de Belém do Pará carregado de mercadorias variadas, principalmente, farinha. A suspeita é de que o fogo tenha iniciado pelo conjunto de motor bomba que estava ligado.

A preocupação maior dos afuaenses era de que o fogo se alastrasse para o posto de combustível que fica próximo do local do incêndio. “Caso houvesse o contato com o posto certamente teríamos uma tragédia”, disse o radialista. Vídeos gravados por moradores mostram a tensão no local.

Homens da Brigada de Combate a Incêndio do Corpo de Bombeiros local atuaram para debelar as chamas com auxílio de uma embarcação de combate a incêndios. Outra embarcação da empresa madeireira Emapa, também preparada para atuar em caso de sinistros, reforçou o combate ao fogo, que foi controlado.

Por volta das 13h30 os brigadistas faziam o rescaldo dos destroços da embarcação. Ainda não se tem ideia do prejuízo das mercadorias.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *