Cidades

A Banda deve arrastar 200 mil foliões na terça gorda de carnaval

Conforme explicou Savino, graças ao apoio do governo do Amapá e da prefeitura de Macapá foi elaborado um grande sistema de segurança.

Compartilhe:

Considerado o maior ‘bloco de sujos’ do Brasil, A Banda deverá reunir mais de 200 mil pessoas na terça-feira gorda de carnaval, de acordo com o que revela, de forma otimista, o presidente do bloco, José ‘Savino’ Figueiredo, o ‘General da Banda’, como ficou conhecido, disse que 2018 será um ano de muitas novidades.

Segundo ele, tudo foi pensado “nos mínimos detalhes”, inclusive, com a disponibilização de 100 banheiros químicos ao longo do percurso para os brincantes.

“A Banda passa sempre e sempre passará, e a cada ano com uma organização melhor, graças ao empenho e à dedicação da diretoria, dos sócios e dos brincantes. Este ano iremos às ruas já com resultados da parceria firmada com o Sesc e o Senai, pois os bonecos estilizados de quatro metros de altura foram confeccionas por alunos e professores dos cursos que oferecemos gratuitamente à população carente na sede do Centro Cultural A Banda”, pontuou.

Conforme explicou Savino, graças ao apoio do governo do Amapá e da prefeitura de Macapá foi elaborado um grande sistema de segurança, assistência social e na área de saúde que serão desenvolvidos desde a concentração até o encerramento do desfile:
– Nós temos um trabalho de parceria permanente com o governo do estado e a prefeitura de Macapá, o que se justifica por ser A Banda uma instituição cultural, que trabalha permanentemente o Carnaval, um dos nossos mais importantes eventos culturais. Todos os órgãos do governo estão conosco, A Banda sempre será prioridade porque é do povo, e é p povo é quem manda no governo. Esse pensamento tanto o governador Waldez como o prefeito Clécio tem, e graças a essa parceria nós levaremos aos brincantes, desde a concentração até o encerramento do desfile, várias ações sociais e de saúde, como, massoterapia, odontologia, teste rápido de HIV, medição da pressão arterial e muitos outros serviços – revelou.

 
Compartilhe:

Tópicos: