Cidades

Agricultores são orientados sobre uso de defensivos agrícolas

As fiscalizações também são feitas nas propriedades de grandes produtores, mas até o momento não foram identificadas irregularidades porque, segundo os fiscais, eles utilizam assistência técnica própria e aplicam as doses previstas na embalagem.

Compartilhe:

Desde o início o ano, a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro) vem intensificando as fiscalizações sobre o uso de defensivos agrícolas, os chamados agrotóxicos. Em algumas regiões, os técnicos detectaram o mau uso desses defensivos por parte de pequenos produtores e identificaram que o mau uso estava ocorrendo por falta de orientações. A fiscalização já percorreu propriedades rurais dos municípios de Laranjal do Jari e Oiapoque e, agora, percorre em regiões que os técnicos chamam de “cinturão verde de Macapá”, que compreende os polos hortifrutigranjeiros da Fazendinha e do km 9, onde foi identificado o mau uso dos agrotóxicos.

“São situações que, além de afetar o meio ambiente, colocam em risco a saúde de quem aplica o produto sem um receituário agronômico e, também, do consumidor final. A aplicação de defensivos agrícolas na dose certa é eficiente; na dose errada, é veneno. E seu uso deve ser acompanho por um profissional que vai receitar a quantidade correta a ser aplicada na plantação”, explica o diretor-presidente da Diagro, José Renato Ribeiro.
Estão sendo visitadas as pequenas propriedades, que produzem os alimentos de primeiro consumo, como as hortaliças. São nesses locais que os técnicos estão encontrando mais irregularidades. “Devido à falta de instrução, os pequenos produtores acabam utilizando os defensivos de forma indevida”, nota o auditor fiscal agropecuário da Diagro, Ivenio Hartmann.

Diante disso, a Diagro vem realizando palestras com orientações aos pequenos produtores sobre o uso correto de defensivos agrícolas. “Em algumas regiões que passamos, as associações de produtores rurais nos procuram pedindo palestras sobre o uso de defensivos agrícolas para seus associados e, já temos algumas agendadas”, comunicou Hartmann.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *