Cidades

Ouvintes reclamam da falta de coleta de lixo e ruas intrafegáveis

Na manhã desta segunda-feira (01), os secretários Jean Patrick Farias (Semzur) e Otávio Fonseca (Semob) responderam às demandas no programa LuizMeloEntrevista (Diário 90,9FM).

Compartilhe:

Lana Caroline
Da Redação

 

Na manhã desta segunda-feira (01), ouvintes e internautas do programa LuizMeloEntrevista (Diário 90.9FM), fizeram reivindicações sobre ruas que estão intrafegáveis e também sobre a coleta de lixo. Na Avenida Paulo Ramos da Fonseca, no bairro Jardim Felicidade I, zona norte da capital, um dos moradores afirma que há mais de 30 anos reside no local e que nunca ajeitaram a rua. “Tá muito feia essa rua, e só tem um pedaço dela asfaltado, o resto, nada”, afirmou o morador.

 

Em resposta a essa reclamação, o secretário Municipal de Obras de Macapá, Otávio da Fonseca, afirmou que emergencialmente estão sendo feitos serviços e ações emergenciais como tapa-buraco, limpeza e desobstrução, mas afirmou que irá resolver o problema.

 

“Se a Avenida Paulo Ramos da Fonseca não estiver na programação ainda hoje pela manhã vamos enviar uma equipe para o local e verificar o que já pode ser feito”, assegurou.

 

Em relação a coleta de lixo, uma ouvinte reclamou sobre a falta do serviço no bairro Infraero I. De acordo com ela, os sacos ficam espalhados na rua, atraindo cães e outros animais, provocando com isso uma série de problemas.

 

Em resposta, o secretário Municipal de Zeladoria Urbana, Jean Patrick Farias, afirmou. “Estamos anotando essas demandas para que possamos dar uma resposta mais rápida para a sociedade”.

 

Outra reclamação feita foi sobre a Rua José Loureiro de Sena, que há anos nunca foi ajeitada e que em períodos de chuva se torna intrafegável, causando problema para os moradores e pedestres que precisam transitar pela via. Jean Patrick afirmou que irá se reunir com o secretário Otávio Fonseca para que juntos possam trabalhar no logradouro e sanar o problema.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *