Cidades

Prefeitura de Macapá faz planejamento para volta às aulas na rede municipal

Secretária de Educação Sandra Casemiro anuncia medidas que deverão subsidiar decisão de volta das atividades presenciais ou à distância no segundo semestre.

Compartilhe:

Cleber Barbosa

Da Redação

 

A secretária municipal de Educação de Macapá, Sandra Casemiro, falou nesta segunda-feira (29) sobre o planejamento da retomada das aulas na rede pública da capital. Falando ao programa LuizMeloEntrevista, na Rádio Diário FM (90,9) ela disse que os técnicos e especialistas estão debruçados no planejamento da programação, mas ainda não há consenso sobre como isso deverá acontecer.

As atividades presenciais estão suspensas desde o dia 17 de março deste ano, quando da decretação do estado de calamidade pública na saúde, por conta da pandemia mundial pela Covid-19. “Então iniciamos uma nova metodologia com os nossos alunos, através das aulas não presenciais. Para tanto estamos fazendo o acompanhamento mensal de quantos alunos receberam atividades impressas, quantos receberam atividades impressas e digitais, quantos receberam atividades só digitais e quantos não receberam nenhum tipo de atividade, aqueles que nós não tivemos acesso”, disse ela.

Ela confirma que o primeiro semestre letivo será encerrado na terça-feira, dia 30, então a programação será avaliar os dados dessa pesquisa feita junto aos pais ou responsáveis dos alunos para conferir a segurança das famílias em relação ao retorno das atividades presenciais, como também o aproveitamento do modelo à distância que vem sendo testado experimentalmente.

Sandra Casemiro disse ainda que dependendo desse resultado, o que era alternativa poderá passar a ser o meio pedagógico para a retomada das aulas no segundo semestre, caso a pandemia ainda imponha a manutenção do distanciamento social. “O primeiro passo desse planejamento foi sentar com o sindicato da categoria para conversarmos, pensarmos, alinharmos juntos para a partir daí planejarmos junto com nossa equipe pedagógica, pois já fizemos o estudo de diversos protocolos concebidos por instituições como a UNDIME, CONSED e FNE, que estão orientando as secretarias de educação dos estados e dos municípios”, disse ela.

O próximo passo, disse, será sentar com os coordenadores pedagógicos e também abrir um canal com os professores que será a última etapa desse trabalho. De qualquer forma, é ponto pacífico na Semed que serão necessárias adaptações na rede física e ainda capacitação e treinamento de pessoal, para ter toda a segurança possível que consolide a decisão da volta das aulas presenciais.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *