Cidades

Procura de idosos pela vacina contra gripe bate recorde em Macapá

Prefeitura da capital trabalha para suprir demanda, já que Ministério da Saúde enviou 280 a menos do que o pedido. “Estamos trabalhando para não deixar nenhum idoso sem vacina”, disse a coordenada de imunização, Jorsette Cantuária.

Compartilhe:

Lana Caroline
Da Redação

O surgimento do coronavírus, em escala mundial, provocou – pela primeira vez na história de Macapá – a corrida de idosos com 60 anos ou mais aos locais de vacinação contra a gripe. Na segunda-feira (23), primeiro dia da campanha na capital, cerca de 9 mil pessoas da terceira idade foram imunizadas contra o vírus H1N1.

Segundo a coordenadora de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), de Macapá, Jorsette Cantuária, a maioria dos idosos que procuraram os postos de vacinação temia a contaminação, também, pela Covid-19, apesar de que a vacina contra gripe não tem nenhum efeito sobre o novo vírus.

“Eles [idosos] buscam a imunização contra a gripe para não se tornarem ainda mais imunes ao coronavírus, já que são o principal grupo de risco. Algumas dessas pessoas também acreditava que se vacinando contra a gripe, estariam imunes ao novo vírus, mas isso é descartado. Ainda não existe um medicamento ou vacina específico para combater a Covid-19. Nossa meta de vacinação esse ano é de 21.401 idosos”, revelou.


A coordenadora explicou que o lote de vacinas destinado aos idosos veio com 280 unidades a menos, mas que essa carência deve ser suprida com a chegada de uma nova remessa, possivelmente ainda nessa semana. “Ouvi atentamente o pronunciamento da coordenadora nacional do programa de imunização, que afirmou que a distribuição de vacinas vai ser retardada em razão do coronavírus, o que causa a redução do transporte aéreo e o próprio processo de fabricação da vacina, mas estamos trabalhando para não deixar nenhum idoso sem a imunização”.

Jorsette também falou sobre a vacinação ‘Drive Thru’, que é uma novidade este ano e sobre a aceitação do público.

“Vamos usar o ‘drive’ em todas as campanhas, além de ser um sucesso, agrega rapidamente a vacinação. Teve uma aceitação muito boa, a dinâmica de vacinação, nessa modalidade é muito rápida. É uma forma que a gente também teve para ajudar na vacinação dos idosos”, concluiu.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *