Esportes

Centros didáticos atenderam 28 mil pessoas com atividades esportivas em 2019

Centros esportivos de Macapá e Santana receberam a população para a prática esportiva em vários segmentos; foram atendidas pessoas de 8 até 65 anos.

Compartilhe:

O esporte é um importante instrumento social para o desenvolvimento de um estado. Além de reduzir a criminalidade, o setor proporciona desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida da população. Por essas razões, a Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) realizou, em 2019, diversos eventos de incentivo à prática de esporte, nos centros didáticos de Macapá e Santana. Foram 28.333 pessoas com idades entre 8 e 65 anos atendidas com as ações. Confira, abaixo, os números por entidade:

Macapá 

Centro Didático Piscina Capitão Euclides Rodrigues (Piscina Olímpica)

Atendeu 1.675 pessoas, entre alunos matriculados e comunidade em geral. A entidade desenvolve o trabalho específico de hidroginástica e natação para idosos.

Centro Didático Rosa Ataíde

Realiza práticas esportivas, como balé, zumba, tênis de quadra, hidroginástica, hidroterapia, hidroterapia especial, pilates e natação. Em 2019, atendeu 1.277 pessoas matriculadas com idade a partir de 8 anos.

Centro Didático Avertino Ramos

Atendeu 283 alunos ligados às escolinhas de basquete, futsal, vôlei e treinamento funcional. O ginásio também recebeu diversas competições e atletas de várias modalidades ligadas às federações de esporte de quadra. Ao todo, o centro conseguiu atender a mais de 2.800 pessoas, com a prática de esporte.

Centro Didático Adamor Picanço

A instituição atendeu a mais de 800 pessoas, em parceria com federações, comunidade e outros. O complexo também recebeu competições diversas e ainda recebeu os projetos sociais da Polícia Militar.

Centro Didático Milton de Souza Corrêa (Estádio Olímpico Zerão)

Atendeu a um total de 18.338 pessoas em 2019, com o funcionamento das escolinhas de iniciação ao atletismo, jogos de futebol profissional e amador, treinamento físico dos árbitros e assistentes, exame de aptidão física, formaturas militares e o programa da Confederação Brasileira de Futebol, denominado CBF Social; além da seletiva do clube Ovel, do estado de Goiás.

Em novembro, o estádio paralisou suas atividades de futebol para passar por alguns reparos no gramado, capina em torno do estádio, pisos no vestiário, placas de identificação nas salas do estádio e pintura.

Santana

Centro de Didático Estádio Augusto Antunes

Em 2019, o centro ofereceu modalidades como natação, hidroginástica e escolinha de futebol, e atendeu a 1.187 alunos com idade a partir de 10 anos, para natação e hidroginástica, e de 12 a 17 anos, para o futebol. O centro também funciona em parceria com associações comunitárias, oferecendo à comunidade atividades como corridas, vôlei, futsal, basquete e futebol de campo.

Centro Didático Ginásio Poliesportivo

O centro atendeu a um total de 2.256 pessoas, entre alunos de escolinhas e projetos que funcionam no ginásio; além de atendimento à comunidade em geral, que usufrui do espaço. O centro oferece aulas e treinamentos para crianças de 10 a 17 anos, e recebe projetos da Polícia Militar e Bombeiros, como o projeto Bombeiro Mirim, Proerd e projetos de capoeira e karatê.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *