Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Nota 10

Exposição de trajes no Mercado Central dá visibilidade à cultura afroindígena

A exposição segue até a segunda-feira (25).


Durante a semana dos Povos Indígenas, a Prefeitura de Macapá dá espaço à 1ª “Exposição Itinerante de Indumentárias Afroindígenas e Afroameríndios na Amazônia Brasileira: Entidades Ancestrais e Saberes Humanos”. A mostra iniciou na terça-feira (19) e será realizada até a próxima segunda-feira (25), das 08h às 17h no Mercado Central.

 

A exposição é uma parceria do Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur) com o grupo Artistas de Terreiros da Universidade Federal do Pará (UFPA), com o objetivo de ressaltar a importância das lutas pelas terras indígenas.

“O Mercado, por ser um centro histórico e cultural da cidade, não poderia ficar sem receber a exposição de indumentárias afroindígenas, para mostrar a cultura dos povos que carregam esse sincretismo religioso”, diz o diretor-presidente da MacapaTur, Benicio Pontes.

 

De acordo com o professor Valter Vieira, que é responsável pela exposição, as indumentárias expostas são modelos utilizados por entidades religiosas de matriz africana de Macapá, Manaus (AM) e Belém (PA), totalizando três de cada estado.

 

“A exposição é uma homenagem ao ancestral brasileiro, ao indígena que foi o primeiro a habitar nessa terra. Essas entidades hoje são ressignificadas dentro das religiões de matriz africana. Então, as peças utilizadas foram emprestadas de terreiros de três estados do norte, que mostram através das indumentárias, como se dá o dia a dia dessas entidades dentro dos templos afro-religiosos”, afirmou.

 

Posteriormente, a exposição também percorrerá as cidades de Belém e Parintins.


Comente