Polícia

Funcionário participou de assalto a posto de combustível, diz

O delegada Luiza Maia, da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Santana confirmou, ontem, que o assalto a um posto de combustível flutuante, ocorrido no final do mês passado na área portuária de Santana, distante 17 km da capital, Macapá, teve a participação de um funcionário do próprio estabelecimento.

Compartilhe:

 

De acordo com ela, a afirmação foi feita por Gelson Trindade de Almeida, 30 anos, o “Baiboi”, preso anteontem pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), durante abordagem a um veículo suspeito no bairro Buritizal. Baiboi confessou à delegada o envolvimento do funcionário que não teve o nome divulgado.

“Como já passou o período flagrancial estamos tomando as medidas necessárias, inclusive, representando pelo pedido de prisão preventiva do suspeito que já foi devidamente identificado”, disse a delegada.

Luiz Maia declarou ainda que o assalto seguido de homicídio tentado – já que o gerente do posto foi baleado pelos assaltantes durante o crime – rendeu aos suspeitos R$ 58 mil. “Esse Baiboi também era procurado pelo assalto à Unimed, ocorrido semana passada. Somando os 58 mil de Santana com os 40 mil da Unimed chegamos a quase 100 mil reais em dois crimes”, lembrou.

Além de Baiboi, outros comparsas dele que integram uma quadrilha de assaltantes que age nos dois maiores municípios do Estado são investigados. Baiboi já foi transferido para o presídio estadual.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *