Política

Aldilene Souza contesta informações sobre ação trabalhista e diz que processo já está arquivado

Eleita em outubro de 2018 para o 1º mandato, deputada estadual diz que “sentença, equivocada, já foi corrigida” porque direitos trabalhistas de ex-funcionário já foi quitado.

Compartilhe:

O jornalista Eddie Martins, assessor de comunicação de Aldilene Souza contestou nesta segunda-feira (21) no programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) informações veiculadas nas redes sociais e na imprensa, inclusive no programa e no jornal Diário do Amapá, sobre sentença proferida pelo juiz da 2ª Vara do Trabalho da 8ª Região que a condenou ao pagamento de pleitos trabalhistas a um ex-funcionária de uma empresa da qual é sócia, cujo montante deveria ser descontadas em parcelas até o montante de 30% dos seus proventos de deputada estadual, decisão esta extensiva às verbas indenizatórias.


De acordo com Eddie Martins, a dívida que a parlamentar, que tomará posse no dia 1º de fevereiro em seu primeiro mandato, foi quitada há cinco meses. “Essa decisão judicial de penhora dos proventos da deputada e da verba indenizatória nos causou estranheza, porque a dívida trabalhista já havia sido paga cinco meses atrás; na realidade houve um grande equívoca, talvez não do magistrado em sim, mas erro humano do corpo técnico do Judiciário, tanto que estamos de posse do ofício que informa esse pagamento. O que deve ter ocorrido é que esse ofício não tenha sido colocado no processo e isso ter induzido o juiz a erro; somos seres humanos factíveis de erro, e por isso saiu uma nova sentença, onde o juiz volta atrás dessa decisão e o processo agora está arquivado definitivamente”.

Para evitar quaisquer desdobramentos de informações, segundo o assessor, improcedentes, ele garantiu que Aldilene Souza não possui nenhuma pendência perante a Justiça do Trabalho. “Enquanto empreendedora ela não tem nenhuma pendência com a justiça. É importante ressaltar que o maior beneficiado é o ex-colaborador da empresa, que teve seus direitos trabalhistas pagos. De fato causou uma inquietação muito grande para a deputada Aldilene Souza, pois ela passou a ser alvo de constantes ataques nos meios de comunicação desde a eleição, o que é normal por não pertencer a nenhum grupo político, mas sobre essa ação já está tudo esclarecido”, finalizou

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *