Política

Bala afirma que fake news podem prejudicar vacinação em Santana

Segundo o prefeito, um suposto calendário de vacinação do município, com baixas faixas etárias, está circulando nas redes sociais, causando desinformação.

Compartilhe:

Lana Caroline
Da Redação

 

Não é de hoje que notícias falsas [fake News] são divulgadas como verdadeiras, mas foi com as redes sociais que esse tipo de publicação se tornou popular e acaba gerando grandes problemas. O prefeito do município de Santana, Bala Rocha, informou durante entrevista na manhã desta terça-feira (02) ao programa LuizMeloEntrevista (Diário 90.9 FM), que está circulando nas redes sociais um suposto calendário de vacinação do município, com baixas faixas etárias, o que prejudicaria os idosos de 78 anos que estão na vez de serem vacinados no município.

 

“Fiquei surpreso porque algumas pessoas me mandaram uma tabela, no Whatsapp, com indicativos de que estávamos baixando as faixas etárias. Esse falso calendário tem projeção até 31 de março. Isso não procede. Vou pedir para o Ministério Público apurar isso. É lamentável que essas coisas venham acontecendo”, informou o prefeito.

 

Bala também aproveitou para falar sobre a continuidade de aplicações das vacinas nos idosos com 78 anos. Segundo ele, 182 pessoas nessa faixa etária foram vacinadas na segunda-feira (01) com a primeira dose, e que ainda tem uma média de 400 doses para aplicação, seguindo o cronograma.

 

“Pessoas com maiores idades, e que não foram vacinadas antes, ainda podem se vacinar. Vamos avaliar o segundo dia de vacinação e dependendo do desempenho podemos baixar mais a idade a partir desta quarta-feira (03). Mas, tudo deve seguir os critérios e avaliações técnicas ”, complementou.

 

Sobre o armazenamento das vacinas restantes, para serem utilizadas na segunda dose, o prefeito de Santana informou que os lotes são definidos pelo Plano Nacional de Imunização.

 

 “A recomendação é que as vacinas que vem para a primeira dose sejam todas usadas, não se faça reserva. O Ministério da Saúde garante a remessa da segunda dose. Quando nos são enviadas as vacinas, nós usamos de acordo com o estabelecido. Nenhum município faz reserva”, concluiu.

 

Ainda nesta terça-feira o prefeito santanense afirmou que um novo decreto com medidas mais rígidas de isolamento social e restrições deveria ser assinado pelo Município.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *