Política

Dados do Portal da Transparência colocam sob suspeita gestão da prefeitura de Tartarugalzinho

Folha dos contratos subiu para quase R$ 2 milhões e apareceu a forma de provimento de cargo eleição/indicação

Compartilhe:

A prefeitura de Tartarugalzinho, município com pouco mais de 17 mil habitantes, está com sua gestão sob suspeita em razão de publicações constantes em seu Portal da Transparência em pleno ano eleitoral, com o atual prefeito Rildo Oliveira (PDT) disputando reeleição. Dentre outras coisas, o prefeito pode ser investigado sob o aumento de contratos administrativos na prefeitura e a criação de uma rubrica denominada “Eleição/Indicação”. Os salários mensais vão a partir de R$ 1.045,00.

 

O Portal da Trânsparência da prefeitura de Tartarugalzinho aponta que a partir de julho os gastos com pessoal, principalmente contratos administrativos, saltaram de R$ 1,1 milhão em janeiro para R$1,7 milhão em agosto, sem realização de concurso público, enquanto ruas e avenidas da cidade, centro ou áreas de baixada, estão tomadas por buracos, mato e lama.

A prefeitura tem mais empregados via contrato administrativo do que servidores efetivos, estando a maioria na saúde, educação, administração, trânsito e transporte e gabinete do prefeito.

 

Apesar de todas as suspeitas o prefeito Rildo Oliveira, que tenta o quarto mandato, mantém o silêncio, mas agremiações partidárias que apresentam candidatos a prefeito e a vereador no município aguardam manifestação das autoridades e do Ministério Público Eleitoral.

 

O Portal da Trânsparência do governo federal mostra que só do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, o município de Tartarugalzinho recebeu R$ 2,4 milhões, conforme dados do Senado. O mesmo portal revela que, em 2020, o município recebeu transferências de R$ 22,64 milhões, e R$ 23,19 milhões em benefícios aos cidadãos.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *