Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Política

Dr. Furlan empossa ‘prefeitos e vereadores’ mirins em cerimônia simbólica de escola

Diferente dos prefeitos e vereadores eleitos pela população, os alunos terão apenas 12 meses de gestão na escola.


Amor à cidadania, credibilidade e confiança incentivaram dezenas de alunos da Universidade da Criança (Ucri), durante uma cerimônia de posse para prefeitos e vereadores mirins. Nesta segunda-feira (16), os pequenos receberam em mãos do prefeito de Macapá, Dr. Furlan, o certificado simbólico de eleitos aos poderes legislativo e executivo do grêmio estudantil.

A animação dos estudantes era visível, ainda mais que pela primeira vez, o próprio chefe do executivo municipal participou da solenidade. Os olhinhos brilhavam nas palavras sobre o papel do prefeito no dia a dia dos munícipes. ‘’Hoje é um dia especial para essas crianças e me sinto honrado em participar desta solenidade. Ser prefeito é cuidar da vida das pessoas e do cotidiano das escolas municipais, dos postos de saúde, do transporte público, etc. Fico feliz em saber que a política está sendo discutida dentro dos espaços educacionais, mostrando a responsabilidade na escolha de seus representantes’’, destaca Dr. Furlan.

Eleito prefeito mais votado do ensino fundamental II, o Miguel Aranha, de 11 anos, estava nervoso. O aluno autista, que venceu todos os desafios para trazer representatividade ao pleito, agradeceu a todos que acreditaram nas propostas. ‘’Fiquei muito feliz quando falaram que tinha ganhado a eleição. Contei emocionado para meu pai, mãe, tia e avós. Quero agradecer ao prefeito Furlan por ter vindo, sei que ele é um homem ocupado porque também é médico. Também agradeço aos meus eleitores e aqueles que não votaram. Aqui na escola somos todos uma grande família’’, discursou animado.

A empresária Bárbara Molina, mãe da prefeita Nicole, de 9 anos, e do vereador Arthur, de 11 anos, comentou a felicidade deste momento lúdico com as crianças. ‘’A Prefeitura de Macapá se fazendo presente neste dia é de suma importante para os alunos. Isso dá exemplo para as crianças, como o comprometimento. Sabemos que a gestão não se faz sozinha, ela é compartilhada. A Nicole e o Arthur foram empenhados e fico honrada em ser mãe deles’’, comemora.

Diferente dos prefeitos e vereadores eleitos pela população, os alunos terão apenas 12 meses de gestão na escola, como explica a coordenadora pedagógica Ivanete Teixeira. ‘’O objetivo do grêmio estudantil é desenvolver nas nossas crianças e adolescentes o amor pela cidadania, pois só mudamos a sociedade juntos. Só da Prefeitura de Macapá está aqui mostra aos alunos que não é brincadeira e nem faz de conta. O mandato vai durar 1 ano e para os estudantes desta faixa etária é muita coisa, pois tem outra dimensão de tempo. Com a eleição queremos criar a mentalidade de cidadão’’, finaliza.


Comente