Política

Flávio reconhece grandeza de Davi e diz que troca de farpas com Bolsonaro poderia ter sido evitada

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ) reconheceu importância de Davi Alcolumbre para o Brasil, afirmando que a troca de farpas entre o pai dele e o senador amapaense poderia ter sido evitada.

Compartilhe:
Flávio Bolsonaro tenta reconciliação entre Davi e o presidente Bolsonaro

Elden Carlos
Editor-chefe

 

Nesta sexta-feira (15) o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), concedeu entrevista à CNN Brasil onde declarou que seu pai, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), e o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), poderiam ter evitado a troca de farpas públicas relacionadas à demora no processo de pautar a sabatina de André Mendonça, que foi indicado pelo presidente ao Supremo Tribunal Federal (STF). Flávio, no início da entrevista, negou que tivesse proposto a Davi um almoço com Bolsonaro para debater o caso.

 

“Em nenhum momento tratei com o Davi sobre almoço com o presidente. O que tratei com ele [Davi], e que acho que é muito importante, é que haja uma reunião, olho no olho, entre o presidente Bolsonaro e ele, para que eles possam aparar quaisquer possíveis arestas e definir que se paute logo essa sabatina”.

 

Flávio disse que a insatisfação gerada pela troca de palavras ríspidas em público esfriou a vontade de pautar a sabatina, o que poderia ter sido evitado.

 

“É obvio que há um descontentamento, e o que atrapalhou para que isso já tivesse sido resolvido foi essa troca de farpas. Os dois poderiam ter evitado isso, mas, já que aconteceu, acaba arrefecendo um pouco mais a vontade ou disposição de pautar a indicação do André Mendonça. Não tem uma solução diferente a não ser pautar, porque o presidente Bolsonaro já falou que não vai retirar a indicação e o indicado [André Mendonça], já disse também que não vai desistir, então, acho que só cabe como alternativa fazer com que o Senado avalie, no seu Colegiado, se aprova, ou não, o nome de André Mendonça. O meu trabalho tem sido esse, de amenizar”, declara.

 

O filho do presidente da República foi além. Flávio Bolsonaro reconheceu a grandiosidade e força política do senador Davi Alcolumbre nas pautas decisivas para destravar o país. Flávio disse que Davi acaba sendo injustiçado com a atual situação.

Presidente Bolsonaro e senador Davi Alcolumbre atuaram como aliados em várias frentes

“Eu acredito que nessa história o próprio senador Davi Alcolumbre acaba sendo injustiçado e vou explicar. Ele [Davi] é uma pessoa que foi muito importante para o governo [Bolsonaro], enquanto presidente do Senado e Congresso Nacional. Ele viabilizou a aprovação da Reforma da Previdência, que foi o que garantiu que tivéssemos folego financeiro, recursos, dinheiro para poder amparar a população brasileira durante a pandemia. O Davi foi muito importante, por exemplo, na capitalização da Eletrobras. É uma pessoa que foi fundamental, junto com o presidente Bolsonaro, quando houve o apagão no Amapá. Os dois, juntos, conseguiram amenizar o sofrimento da população amapaense”, afirmou.

 

Ao reforçar a disposição de trabalhar para conciliar a relação entre seu pai e o senador amapaense, Flávio lembrou da proximidade que o ex-presidente do Congresso sempre manteve com o presidente da República.

 

“Eu quero fazer de público esse depoimento, da importância que sempre teve o senador Davi Alcolumbre junto ao presidente Bolsonaro e para o Brasil. Sempre foram pessoas que se deram muito bem. Fico realmente ressentido de que uma situação como essa esteja causando esse tipo de desgaste. Por isso, meu empenho de reaproximá-los para que possam sentar e definir uma data. Acredito, sim, que o senador Davi, com os critérios e tempo dele, irá tomar a decisão de pautar o André Mendonça ainda esse ano.

 

Flávio Bolsonaro defendeu um entendimento entre o senador amapaense e Bolsonaro para que cesse o desgaste causado pelo impasse.

 

“Eu quero, com esse depoimento pessoal, pedir publicamente ao senador Davi que possa o quanto antes se ajustar com o presidente Bolsonaro, porque essa situação acaba trazendo transtornos desnecessários. Tenho a certeza de que pelo bom relacionamento que eles sempre tiveram, e que continuarão tendo, isso vai se resolver muito em breve”, concluiu.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *