Política

Fronteira: CRE participa da solenidade de lançamento do barco L’oyapockaise

Barco coletor de resíduos fluviais inicia seus trabalhos no lado francês

Compartilhe:

A partir do dia 19 de janeiro, moradores da fronteira entre Saint-Georges (França) e Oiapoque (Brasil) terão um suporte na preservação ambiental da região. O barco L’oyapockaise iniciou suas atividades do lado francês do Rio Oiapoque visando o recolhimento de resíduos fluviais, tendo seu funcionamento estendido da Cachoeira chamada Maripá até o município de Ouanary na embucadora do Rio, uma extensão de aproximadamente 80 km.

A solenidade de lançamento da operação foi realizada na Ponte da Praça da Prefeitura – cidade de Saint-Georges, na qual a presidente da Comissão de Relações Exteriores da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá (CRE), deputada estadual Cristina Almeida (PSB), esteve presente, assim como o prefeito de Saint-Georges, George Elfort; o presidente da Assembleia da Guiana. Rondolphe Alexandre; a prefeita de Oiapoque, Maria Orlanda; Agente das Capitanias dos Portos no Oiapoque (AgOiapoque), CT “AA” Omar Ferreira Neves; Comandante da Companhia Especial de Fronteira de Clevelândia do Norte, Capitão Victor Modesto de Sousa e outras autoridades.

Além de apoiar o projeto desde a realização de uma audiência pública em Saint-Georges, em dezembro de 2017, cuja pauta específica foi o lixo produzido na fronteira, o qual ainda estava em fase de elaboração, a CRE articula com a Marinha autorização para o barco francês operar no lado brasileiro.

“Em breve teremos esta resposta de funcionamento do barco em nossas áreas. Importante ressaltar que o mesmo foi projetado para ter uma tripulação mista com brasileiros e estrangeiros, mas que ainda necessita de autorização para atuar em território brasileiro”, explicou Cristina Almeida.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *