Política

Gilvam e Clécio avaliam pesquisa do Ibope

Candidato da Rede está com 57% da preferência do eleitorado, e Gilvam 43%.

Compartilhe:

 

Os candidatos a prefeito de Macapá, Gilvam Borges (PMDB) e Clécio Luís (Rede), que disputam o segundo turno, falaram, pela ordem, na manhã desta terça-feira, 18, sobre a pesquisa do Ibope divulgada ontem pela Rede Amazônica de Televisão. A abordagem feita a 602 pessoas, durante três dias, concluiu que Clécio tem 57% da preferência do eleitorado, e Gilvam 43%.

A fala dos candidatos foi no programa LuizMeloEntrevista (Rádio Diário FM 90,9). Primeiramente as declarações sobre a pesquisa foram dadas por Gilvam Borges. Depois, Clécio se pronunciou.

O candidato do PMDB observou que a diferença de 14% aquém que ele obteve na avaliação do Ibope em relação ao adversário significa uma disputa acirrada, e se disse satisfeito porque também observou que a grande rejeição que tiveram no primeiro turno das eleição majoritária, foi diminuída.

Gilvam ilustrou que “as portas do Céu se abriram e estão enchendo de graças a nossa campanha”, referindo-se não só à pesquisa, mas também às adesões que disse vir recebendo em grande velocidade. E acrescentou: “Estamos colocando mil militantes por dia, nas ruas, e mobilizando segmentos sociais, religiosos, empresarial e político, e ainda vamos ter muitas novidades daqui até à eleição”.

Clécio Luís disse que nunca mediu ou mede uma campanha eleitoral em cima de resultados de pesquisas. “Sempre estivemos na frente em todas as pesquisas, fora as mentirosas, mas não nos envaidecemos; os resultados só nos estimulam a trabalhar mais, a pedir voto, a fazermos uma campanha limpa e com propostas”, disse o atual gestor de Macapá, que tenta a reeleição.

O prefeito disse também que se está na frente das pesquisas é porque o povo não quer que Macapá volte para as mãos dos que a destruíram, e também porque desenvolve uma campanha que, conforme avaliou, mostra o que fez como prefeito e reconhece aquilo que não deu para fazer.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *