Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Política

Governo inicia planejamento para fomento da cultura amapaense

Somente esse ano, serão mais de R$ 1,2 milhões de investimentos para a realização de eventos como Quadra Junina e Festa de São Tiago.


No sábado (07), o governador do Amapá, Waldez Góes, iniciou o planejamento do calendário cultural para a realização de eventos como a Quadra Junina e a Festa de São Tiago. Inicialmente, os eventos contam com investimentos de mais de R$ 1,2 milhões, que serão realizados nos meses de junho e julho.

O governador ressaltou que as realizações de eventos fomentam a cultura amapaense e também aquece a economia do estado com a geração de mais emprego e renda para a população e artistas locais. “Estamos antecipando o planejamento de eventos importantes como a Quadra Junina e o Carnaval. Vamos continuar investindo na nossa Cultura, um setor tão importante para o fortalecimento da nossa economia quanto para a formação de nossa identidade”, reforçou.

De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Cleverson Baía, o planejamento da área econômica da cultura é fundamental para aportar recursos também para o próximo ano. “Em breve iremos divulgar o nosso calendário, principalmente de eventos mais próximos como quadra junina e festa de São Tiago. Além desses eventos ainda teremos a divulgação de editais que destinam recursos para os artistas, e apoio para os municípios como Santana que realizará o carnaval fora de época”, frisou Baía.

Em abril, o governador anunciou o investimento de R$ 3,5 milhões para a organização do carnaval 2023, durante a solenidade de posse da nova diretoria executiva e conselho fiscal da Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá (Liesap) para o triênio 2022/2025. Os recursos são de uma parceria com o senador Davi Alcolumbre.

 

Investimentos
Durante os últimos anos, o Governo do Amapá investiu R$ 939 mil no carnaval amapaense. Desse total, cerca de R$ 43 mil foram destinados para a gravação de CD das Escolas de Samba. Para o edital de Chamada Pública da Lei Aldir Blanc foi destinado R$ 700 mil para as Escolas de Samba e blocos carnavalescos.

Para o apoio com estrutura e credenciamento de artistas para o aniversário das Escola de Samba Maracatu, Piratas Estilizados, Solidariedade, Boêmios do Laguinho e Império do Povo foi destinado R$ 135 mil.

O apoio com estrutura e credenciamento de artistas para o evento Mestre do Samba recebeu R$ 25,7 mil.

Para o credenciamento de artistas para eventos diversos com pagamento para escola de samba e blocos foram destinados outros R$ 35,4 mil.


Comente