Política

Integração fortalece estratégias na área da Segurança Pública

O governador Waldez Góes reuniu gestores do setor, nesta quinta-feira, 18, no Setentrião. Integração, infraestrutura, tecnologia e logística estiveram em pauta.

Compartilhe:
A partir da oxigenação da equipe de governo, com a chegada de novos colaboradores – coronel Paulo Matias no comando da Polícia Militar do Amapá (PM/AP) ; e o coronel Cláudio Braga no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o governador do Amapá, Waldez Góes, reuniu os gestores da Segurança Pública, nesta quinta-feira, 18, no Palácio Setentrião. O objetivo foi alinhar as estratégias e tratar de investimentos em infraestrutura, logística, tecnologia e recursos humanos.

O chefe do Executivo estadual salientou aos gestores que a integração entre os órgãos é imprescindível nos resultados das políticas públicas à sociedade. O planejamento estratégico, pontuou, consiste em alinhar pessoal, logística e estratégia de redução de crimes.

“Estamos investindo no Sistema de Segurança Pública como um todo, mas uma equipe alinhada e integrada é fundamental para que o trabalho avance e consigamos corresponder, ao máximo, aos anseios da sociedade”, reforçou Góes.

O governador lembrou do compromisso da gestão e investimentos em recursos humanos, com promoções, qualificações e realização de concursos públicos. Um exemplo é a Polícia Militar, cujo anúncio foi feito ontem, 17, de convocar mais 30 candidatos do cadastro reserva para compor a segunda turma de alunos soldados da corporação. E, em breve, autorizar a formação da terceira turma.

 

Integração

O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Carlos Souza, anunciou que, no próximo mês, uma importante ferramenta será lançada para colocar o Amapá, de uma vez, integrado e interagindo com as forças de segurança nacional.

“O marco dessa integração será, em maio, o lançamento do Sistema Digital de Comunicação, com a Polícia Federal [PF]; e, posteriormente, do sistema de Rádio Comunicação em parceria com a Polícia Rodoviária Federal [PRF]”, afirmou o gestor.

 

Infraestrutura

O governo do Estado possui diversos projetos para infraestrutura na área de Segurança Pública. Estão contemplados quartéis da PM/AP, Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP), estruturas da Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica (Politec), e outros.

Conforme anunciou o secretário Carlos Souza, a Sejusp já submeteu à Central de Licitações e Contratos (CLC) – gerenciada pela Procuradoria-Geral do Estado do Amapá (PGE), oito projetos de obras.

Destes projetos, na quarta-feira, 17, foram publicados, no Diário Oficial do Estado (DOE), dois avisos de licitação na modalidade Tomada de Preços, com prazo até maio. Trata-se de dois quartéis do CBM/AP, um na zona oeste de Macapá, e outro na zona norte, no conjunto Habitacional Macapaba.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *