Política

Jurandil diz que o Brasil passa a ter responsabilidade com aprovação de PEC

Economista explica que o país vai deixar de gastar mais do quer arrecada

Compartilhe:
O economista Jurandil Juarez interpretou, na manhã desta terça-feira, 11, que a aprovação da PEC do Teto, ontem, pela Câmara dos Deputados, é uma demonstração de que o governo e a política brasileira voltam ao patamar da responsabilidade, e também um sinal positivo para os mercado local e do exterior.
Jurandil registrou que há seis anos o governo e a política nacionais deixaram a responsabilidade de lado ao gastar mais do que arrecadavam, fazendo com que a economia do país entrasse em parafuso, situação que forçou o Brasil a emprestar dinheiro.
Com esse cenário, disse o economista, os juros e a inflação cresceram, tornando a economia insustentável. “Mas ainda faltam outras votações da mesma PEC. Essa aprovação não é pra imediata aplicação”, ressalvou Jurandil Juarez, explicando que a Proposta de Emenda à Constituição não diminui os gastos do país, mas os limita.
O economista alertou para a preocupação do governo federal de limitar os gastos, não através de lei completar, mas por uma emenda constitucional, artifício que força os demais poderes a também cumprirem a medida.    
 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *